Análise rápida

escrito por Fabi Estiga nesta data  17. março 2009 23:22

As pistas do Artur, Agility Grau 2 e 1 do sábado, tinham um exercício igual nos dois graus. Na pista Grau 2 era depois do túnel abaixo da Rampa A: salto, casa, muro, salto, slalon, salto, passarela. Essa sequencia era igual nos Agilitys do Artur então posso comparar o Schummy com a Guíça sem problemas. No entanto vou colocar também o Happy nessa análise. Happy é na minha opinião tão bom quanto as grandes promessas do Agility que surgiram por ai, talvez a diferença seja o Tiago, ainda, que melhorou demais e que deverá continuar crescendo.

AOS NÚMEROS:

A guíça fez esse "percurso", citado acima e em negrito, no seguinte tempo: 17,58.
Já seu pai fez no grau 2 a mesma apresentação em: 16,09 (bem melhor).
Enquanto que Happy, mais novo e melhor treinado em 14,98 (muito melhor).

Porém ah porém ocorre que os três perderam tempo na subida da passarela e é claro que quando se perde ali se perde em todo o obstáculo. Nenhuma delas foi, nem de perto boa. Os tempos de cada um nas mesma ordem apresentada acima. Gui 4,60, Schummy 3,51 e Happy 3,20. A melhor da Guíça gira em torno dos 2,4 do Schummy 2,5 ou 6 e o Happy tenho certeza pode fazer em 2,2. Porém como a pista estava molhada bem na subida da passarela eles molhavam as patas antes de precisar tracionar pra ganhar velocidade, assim quando tentavam faltava Grip e ai todos os três diminuiram e quem mais fez isso foi ela.

Vamos considerar que o tempo da Guíça poderia ter sido, na passarela 3,5, igual ao Schummy, teríamos assim, ao invés dos 17,58, bons 16,40, se considerarmos a passarela do Happy teremos 16,18. Não é ruim ficar a 1,2 do tempo do Happy o segundo melhor de todos os graus. Se tivesse feito a sua melhor passarela teria feito o TSP, embora tenha feito uma falta de percurso.

A dependência que comentei em um post abaixo se reflete diretamente no tempo em pista. Logo o que a Guíça faz, seu tempo, não é exatamente aquilo que ela poderia  e sim aquilo que eu posso. Credite também as zonas de contato pouco seguras em que preciso bloquear, mostrar, rezar... temos o tempo ou a perda de tempo da Guíça.

Abaixo a pista do Happy no Grau 2:



Tags: ,

Comentários

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"