Barrichello pilotando o carro da Indy

escrito por Fabi Estiga nesta data  31. janeiro 2012 19:50


Tags:

Videos

Talvez nunca mais

escrito por Fabi Estiga nesta data  31. janeiro 2012 10:38

Pois é, e parece que o Panda não voltou as competições oficiais. Uma pena pra quem assiste, mas também nem tanta pena assim. É mais curiosidade de quem assiste do que um ganho considerável para o esporte. Talvez nunca mais volte. Eu pelo menos não falo mais porque já ficou chato. Quando e se voltar ai contamos algo se valer a pena.

Da forma como o agility evoluiu já temos cães bem melhores do que ele deve ser hoje, já no grau 1. No grau 2 também e no 3 nem se fala. Voltamos a fase das comparações impossíveis que nem valem a pena.

Esse final de semana tivemos a estreia de um cão chamado Bundinha. Dani Nakamura, meu informante, comentou que as brincadeiras foram generalizadas. Quem quiser citar alguma que faça nos comentários. Uma foi: " a Bundinha está abrindo demais nas curvas". Espero que o condutor não leve isso muito a sério.

Tai uma coisa que penso pra caramba, nome de cachorro. Antes mesmo de ter já penso no nome. Agora eu tenho Vettel na cabeça. Pode ser macho ou fêmea. Pra abrir uma nova fase no agility. Bola era pra ser Freud, do Sigmund. Depois pensei em Billy, mais que manjado. Na sua família apenas o pai não tem esse nome. Avô e Bisavô são Billys. Acabou ficando Billy Bola.



Tags:

Agility

Um melhor cachorro

escrito por Fabi Estiga nesta data  31. janeiro 2012 10:13

Faz tempo já que discuto e discutem com o MM (Marco Magiolo) sobre quem é melhor. Ele mesmo discute consigo se Jack é ou será melhor que o pai o Brown. Eu creio que quando você evolui é natural que, sempre, seu próximo cão seja melhor que o anterior. É uma regra. E pra ser regra tem que ter exceções, logo é óbvio que nem todos os casos são assim.

Meu caso é exatamente esse. Dos que treinei desde pequenos (Schummy, Guíça e Bola na ordem) sempre consegui melhorar. Claro que isso não resulta em resultados sempre. Bola por exemplo passou bem rápido pelo grau 1, mais que a Guíça, que por sua vez foi melhor que o pai dela (Schummy).

A discussão se um cão é melhor que outro, no caso do Marco, torna-se redundante. A discussão deveria ser: "quanto o Marco condutor/treinador melhorou?". Os cães estavam lá, brutos em suas virtudes e defeitos. Ele lapidou. Comparar um com outro é impossível.

Há ainda, finalizando, a evolução das outras duplas. Assim um cão top numa determinada época podia ser melhor que os seus concorrentes, e pior que o novo cão do seu condutor que por sua vez não é melhor que os melhores. Porque o condutor não conseguiu evoluir tanto quanto os demais. Ficou complicado de entender né? Agility não é fácil. hehe. 



Tags:

Agility

Ah meu Fusca - sonho e pesadelo

escrito por Fabi Estiga nesta data  30. janeiro 2012 17:04

O primeiro, acima, é uma coisa muito lindinha. Pena apenas que além de verde está cru. hehehe. Abaixo além de ser novo é rosa. Comfesso que já simpatizei mais com o New Beetle. Hoje após ver várias releituras alternativas e mais parecidas do bom e velho Fusca, já acho que eles fizeram um carro meio ipod, iphone. Sacam? Muito limpinho. Val, brigadão!!! Ela clicou os dois numa caminhada a trabalho. Diz ela que o rosa abaixo com patinhas roxas ficaria lindo. Eu acho lamentável, kkk.



Tags:

Ah meu Fusca

Até o próximo domingo - quem sabe um dia

escrito por Fabi Estiga nesta data  30. janeiro 2012 00:18

Publico essas fotos pra quem sabe um dia, quem sabe (???), a Citroen nos dá algo em troca. Vejo tanta gente que faz propaganda de marcas de graça, porque não? Todos nós, é involuntário. Talvez, no próximo carro, eu coloque o Border Collie num local de menor visibilidade. Na verdade nosso orgulho não é da marca francesa, longe disso. Nosso orgulho, nossos cães.

Domingo familiar com um almoço de estreia da nossa mesa. Foi um lanche, não temos água e a cozinha assim está bem precaria. De qualquer forma foi ótimo. A família tem nos dado um grande apoio e a casa a cada dia ganha algo novo.

Por mais incrível que possa parecer os cães sentem pra caramba essas mudanças de local. Demoram pra achar as referências. Parece que é simples ser cachorro, hehe, mas não é. Agora, uma coisa que conseguimos fazer de boa lá é soltar todos os machos juntos. Sempre havia uma ou outra briguinha.

Semana que começa com muito trabalho pra fazer. Então, que seja boa para todos!



Tags:

Até o próximo domingo

talvez eu entenda

escrito por Fabi Estiga nesta data  28. janeiro 2012 23:18


Agora eu talvez entenda melhor os motivos que levam as pessoas a pararem de praticar o agility. Vejam o nosso caso. Temos quatro cães. Três Borders e um Dachshund. Não treinamos desde que um deles morreu, final do ano passado. Um grande impacto que nos levou ao fundo.

Eram cinco.

Desses quatro, "restantes", um já tem nove anos e outro está bem perto de completar. Certo que ainda tem um bom tempo de vida pela frente, não de agility. Ainda tem combustível para queimar, pois são ativos, tanto Elvis quanto Schummy. Longe é claro da resistência de anos anteriores.

Godura é um cão recreativo, não pratica pra competir.

Restou o Bola, único exemplar que tem vitalidade, idade e uma carreira pela frente. O que é claro não é certeza de sucesso. Até por esse motivo as pessoas tem mais de um cachorro, aumentar as chances.

Nesses dias tão lotados de novidades, emoções da primeira casa, é até fácil de esquecer que há agility. Sentado na grama hoje brincando de rolar, de lutinha com o Théo e o Bola (ontem foi com o Schummy) você esquece dessa neurose de comprar cão, treinar cão, estrear cão, zerar o cão... nem lembrei da Copa Chester.

E vou dizer a verdade, é bem fácil esquecer, isolar.

Talvez fosse bom ter um filhote em casa novamente. Um doguinho pra colocar um rumo em nossas vidas agilitescas. Difícil hoje é dinheiro e tempo. Bom domingo para todos!


Tags:

Agility

Tiethere 4 - mais um dia

escrito por Fabi Estiga nesta data  28. janeiro 2012 22:26
Dia desses comentei que o serviço privado é melhor que o publico. Dentre os privados é preciso ter muito cuidado para encontrar, de verdade, empresas que não vão te enganar. Sempre querem tirar vantagem, incrível. E fazem isso na cara dura.

Uma coisa é certa, quanto maior a estrutura pior é.

Abaixo, um vídeo especial pra Karine aqui de Smalwaterfalls. Ela gosta de ver cães brincando então vai um da Gordura, nosso Dachshund de pelo duro. Ela ficou um bom tempo sem brincar devido as pequenas infecções pós castração.



Como não temos água ainda a grama está super seca. Quero ver se consigo gravar um video mais legal amanhã.


Tags:

Geral

Tiethere 3 - a diversão começa...

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. janeiro 2012 19:17

...onde o asfalto termina. É o lema de quem faz trilha com jipões (ou Jeepões, sei eu). Nesse momento é mais ou menos assim. Ainda que a trilha seja bem longa. Demora pra uma casa ficar com cara de casa. E não é questão de ter e organizar móveis, é o dia a dia que a torna. A bagunça calculada, as gambearras e os provisórios permanentes.

Brinquei com os dogs um pouco. O vídeo não vale nada didaticamente. Apenas eu jogando bolinha com o Schummy e Theball. Eles curtiram, Elvis até rolou na merda alheia, porém também não sacam que aquilo é deles. Falta o brinquedo rasgado largado num canto, o túnel em "U" em algum canto, as asas dos saltos perdidas... o tempo resolve.



Tags:

Geral

Tiethere 2 - luz!!! Pediu o poeta

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. janeiro 2012 01:17

Algumas coisas são rápidas, outras são extremamente lentas. Dois serviços e duas situações. O primeiro, pedido de luz, feito as 10 horas de quarta-feira dia 25 já estava pronto a tarde! O outro serviço, pedido de água, feito hoje tem previsão de até 15 dias com sorte! Uma empresa é privada a outra é estatal. Qual das duas você acha que é do governo?

O fato é que, embora não tenha testado, já temos luz. Veremos melhor amanhã.

Óbvio que nem todos os serviços públicos são ruins. Longe disso. Posso atestar que muita coisa funciona aqui em nosso país, porém o normal é que sejam piores. Pra pedir a ligação da água por exemplo passei por um departamento da prefeitura de Tiethere que foi rápido para me dar o documento, ainda que tenha ficado uma hora sentado.

A água, quem sabe com a sorte do nosso lado, pode ser ligada antes desse prazo de 15 dias. Tomara. Mas não são apenas empresas estatais que tem problemas nos seus atendimentos. Dia desses descobrimos que não há GVT para nossa rua. O serviço onde estamos hoje é bem melhor que o da Oi. Quando fizemos a troca pelo mesmo preço a velocidade era 10 vezes maior! Hoje é 15.

A Oi já começou a nos dar trabalho antes mesmo de prover serviços.

Hoje o dia foi cansativo. Fui até Porto Alegre. Não estou mais acostumado com trânsito. Caminhões te fechando, carros e motos alucinados. Moro em cidades pacatas. Loucuras assim reservo para Sampa, POA só no findi. Amanhã falto sobre agility e com sorte e luz, mando notícias.



Tags:

Geral

F12012 - carro da Caterham

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. janeiro 2012 23:08

Esse é o novo carro da Caterham. É a antiga primeira Lotus. Equipe pequena que sonha em ser grande e é a que está mais perto das médias hoje da F1. Se melhorar deve andar junto com a Williams e Toro Rosso. Achei o carro feio de mais e as fotos péssimas.



Tags:

F12012

Sempre tem um engraçadinho pra estragar a foto

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. janeiro 2012 09:13



Tags:

Fotos

118 e um retorno esperado (?)

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. janeiro 2012 20:19

Um número bom de inscritos para essa "prova dupla" do próximo final de semana. Até porque depois só no final de março. Praticamente dois meses sem provas oficiais. Porém o assunto do post será a volta de um cachorro que fez história no Agility Brasileiro entre 2006 e 2008.

O tal do Panda.

A história desse cachorro é tão vitoriosa quanto complicada. "Reza a lenda" que foi vendido, por um valor considerado baixo para os padrões. Ainda mais com três títulos nacionais e com o recorde de vitórias em combinados Unificados. Mas ninguém sabe se foi e por quanto foi vendido.

Com o recém criado regulamento, TSP mais 10% lá em 2006, zonas de contato quase infalíveis e uma condução sob medida Rodrigo e Panda venceram a I Copa CBA que garantia a dupla no Mundial do ano seguinte e depois o Campeonato Brasileiro. Ou seja, na temporada 2006/2007 reinaram soberanos. Só no México, dentro do Américas e Caribe 2007, julgado pelo árbitro brasileiro Artur Pires, é que não foram bem. De promessa no final da temporada anterior para o Topo do topo.

Na temporada seguinte 2007/2008 o rendimento caiu. O 3º lugar na II Copa CBA foi seguido de apenas 4 participações no Campeonato Brasileiro. Foi nesse momento que começaram a falar sobre a possível venda do Panda.

Depois de um hiato de mais de um semestre voltaram para a III Copa CBA e conquistaram novamente o título de Campeões. E no Brasileiro (décima edição, vencida pelo cachorro que será homenageado sábado no DW - Chester) tiveram um desempenho irregular.

Existem muitas linhas de pensamento, isso porque Rodrigo com Panda era uma grande dupla que chamava atenção. A venda do cão é uma linha para justificar a parada das competições. Se não fossem bons não seriam pano para tantas mangas. Rápidos e vencedores.

Agora, incrível como sempre houve um Q. No primeiro a decisão ficou por conta da pista montada pelo árbitro Mauro Zimenez. Um túnel em U na subida da passarela, Tamaio com Bilão ficou e os campeões passaram. No Brasileiro seguinte Bira liderava a tabela junto com Panda e teve um problema, parou de competir. Esse dog era do Zezinho, muito rápido. Dino, também do Zé, era muito novo e ninguém tinha condições de acompanhar, bem como Chester do Samy, Dino do Samir, entre outros. Teve até o caso do Pedigree falso...

O que esperar dessa volta, que na verdade é apenas do cão, não da dupla. Seria uma vitrine para novos negócios? Uma volta para competir ou apenas visando diversão? Não sei. Agora, se voltar o velho Panda, mesmo já sendo "velho", temos grandes chances de ver o dog no grau 2 já domingo.



Tags:

Agility

Parabéns pra Sampa

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. janeiro 2012 16:32
"Essa cidade, são tantas cidades, nunca tantas quantas gostaria de ser" H.Gessinger.



Tags:

Música

Tiethere 1 - simplesmente do zero

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. janeiro 2012 14:14

Fiquei fora do ar ontem por um motivo, fomos fazer a vistoria, FINALMENTE, em nossa nova casa. É a realização de um sonho. Nunca, nenhum de nós teve uma casa realmente nossa. Onde podemos colocar um prego na parede, coisa mínima, sabendo que esse prego é e será nosso. A parte boa é essa. Agora a parte ruim é ter que começar do zero. E já começamos tendo uma bela reunião de condomínio. Na foto da Vívian um arco-íris. Dizem que no final tem um pote de ouro, but...

Bom, brigado aos nossos pais (Raul, Magali, Helmuth e Angela) por toda ajuda que nos dão sempre e agora (YES) temos simplesmente tudo pra arrumar. Luz, água, internet, telefone, cozinha, quartos, banheiro... Várias coisas já estão encaminhas, mas ainda é muita coisa. Na minha lista de importância: luz, internet e só depois água. hehe.

Acima a primeira foto, me aguentem porque vou publicar várias posts sobre isso, a primeira foto. Como pode ser visto não há nada dentro.



Tags:

Geral

uma zona

escrito por Fabi Estiga nesta data  23. janeiro 2012 22:35


Vida de agiliteiro é uma zona. Ou melhor são três zonas. Mas aqui as coisas estão nesse início de ano meio deslocadas. Falta tempo para muitas coisas. Precisamos organizar tudo pra voltar ao ritmo normal. E vai demorar pra que essa organização termine.

Final de semana por exemplo, ficamos basicamente em função de limpar e organizar a casa. Não é aquela limpeza com paninho pra remover o pó. É daquelas que você bota quase tudo fora. Como diz o Vianna (Herbert) "a casa fica bem melhor assim...", super mega (como diz o Théo) certo.

Théo é outra face dessa equação. No meio de tudo ele com suas teorias. Sim crianças de quase 6 anos tem teorias e sabem das coisas, sacam tudo. Esse ano ele começa na escola e pra nós começa outra fase. O desenho é dele, achei bem legal a combinação de cores e publiquei no Twitter e no Facebook. Aqui, minha casa, não poderia faltar.



Os assuntos estão bem quebrados, sem tempo pra pensar nas minhas teorias, sem traçar os rumos e contas das viagens, programar horários e treinar cães. Tudo vai sendo resolvido conforme aparecem os problemas. Hoje a vida é assim.


Tags:

Geral

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"