Picapálida - o pior sempre fica pro final

escrito por Fabi Estiga nesta data  29. novembro 2013 21:08

Apesar da chuva na madrugada, entre Florianópolis e Curitiba, que requer o dobro de atenção e da longa jornada que teve duas horas de sono na estrada, chegamos bem. A pior parte é enfrentar o trânsito caótico de Sampa. Incrível que de um ano para cá o acesso via marginal ficou impossível, meio que independente do horário e dia.

Além disso só os mesmos registros de sempre. O atraso nas obras de duplicação da BR101, o absurdo que é pagar pedágio e encontrar inúmeros buracos nas estradas por onde passamos e os congestionamentos, que não pegamos graças ao contrafluxo, de quilômetros e mais quilômetros.

Não fiz nada do meu dia. Chegamos 14:00 na Zona Norte de Sampa City e achei que deveria descansar. Tomei um banho de piscina, relax. Voltei a realidade ao ler a triste notícia da morte do Tyller hoje. Um dos cães mais importantes do Agility nacional. Triste demais passar por isso, porém precisamos estar preparados. Parece que no caso dele simplesmente desligou. Não estava doente, não tinha problema de saúde, nem nada.

Garanto que todos ficaram chocados com a notícia, e amanhã temos prova. Melhor homenagem que podemos fazer para Tyller é entrar em pista buscando a Excelência, acima de tudo.



Tags:

On the Road

Rock e Fórmula 1 - quase perfeito

escrito por Fabi Estiga nesta data  28. novembro 2013 09:46

Clipe de Final de temporada da BBC. Óbvio que na terra onde se fez e faz o melhor Rock não poderia ser diferente. Rock tem tudo a ver com velocidade, não tem ritmo melhor.



Tags:

F12013

Ontheroad - lavada

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. novembro 2013 23:43

Fabiano 22:32 - Vou lavar o carro.
Vívian 22:32 - Agora?
Fabiano 22: 32 - Sim.
Vívian 22:32 - Não tem um normal nessa casa.
Fabiano 22:32 - O mais normal é.... o Schummy (deitado na sala olhando tudo).

Fecha a porta e sai para manobrar o carro e decide que é mais fácil fazer a volta no início da rua do que ficar andando na grama dos vizinhos. Ao chegar na esquina vê um desses lavando um Opala Comodoro 4 portas ano 1988/89 (algo assim) que nos finais de semana sai com a camiseta do Grêmio da década de 80, o motorista não o carro, que antes de ter o Opala teve uma Variant, e antes dela um Fusca que queria vender por 4 mil reais, segundo ele inteiro. Sei disso porque Fabiano perguntou o preço, visualizando uma possibilidade de compra ou venda, depende do lado. Depois de estacionar na grama, para que a água da lavagem também molhe o tapete quase verde da frente de sua casa volta para dentro e segue o diálogo abaixo.

Fabiano 22:35 - Não sou só eu louco, o vizinho do Opala também tá lavando o carro.
Vívian 22:35 - ri um sorriso amarelo e não fala nada.

Mulher não entende essencialmente da bagaça. FAE 1 X 0 VIR.



Tags:

On the Road

XVBR - mais uma lista cheia

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. novembro 2013 00:11

Pelas minhas contas, podem estar erradas já é tarde, temos 130 duplas sábado e 133 domingo. Números que aumentam a média de inscritos do XV Campeonato Brasileiro de Agility. A 5ª etapa do XIVBR, certame nacional da temporada passada teve 105 duplas em pista, enquanto que na 6ª um total de 123.

Detalhe importante, as provas foram no Dog World, que nessa temporada bateu na casa das 150 duplas inscritas.

Acho que a galera entrou numa wibe diferente. Não tive tempo de ver as médias dos Brasileiros anteriores, mas esse vem sendo um campeonato cheio. Pra ter uma ideia, a média de duplas nas primeiras 6 etapas do XIVBR foi de 108, números arredondados. Agora no mesmo número de etapas temos algo em torno de 130. Uns 15% de diferença.

Vou esperar chegar o final desse Camp para rever tudo, porém promete ser um grande show o final de semana. Agora falta pouco para cair na estrada.



Tags:

Agility

Segunda camisa pronta

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. novembro 2013 19:03

Não são tantas quantas fizemos da primeira vez, da primeira versão. Essa camisa é mais simples, não tem o cachorro por exemplo, mas leva pra que todos lembrem o motivo pelo qual praticamos esse agility. Seja pra vencer, seja pra manter a forma, pra ver os amigos. A diversão é sempre o fator determinante.

Poucos pediram a camisa cinza, porque ela é uma alternativa a EXG que não tem preta, mas ficou muito legal. Brigado aos que entraram novamente nessa onda com a gente. Fico sempre feliz quando vejo uma das camisas do AgilityESP fazendo agility.



Tags:

Agility.ESP.BR

XVBR - último dia - Sorocabs

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. novembro 2013 09:17

Ninguém vai decidir hoje se vai para Sorocaba, quem quer vai. Mas alguém pode desistir hoje. Então não desista. Nesse momento temos 63 duplas inscritas, sendo que 51 (uma boa ideia) são forasteiros. Um belo número com uma lá de Pernambuco. Marjorie com High estará em pista.

O número de inscritos será muito bom, porque ainda falta muitos locais, só AMAC e Samir Agility estão na lista.

Ontem foram publicadas no site da CBA algumas fotos do Campnóia, estádio do Barcelona. Grama natural, que coisa boa. No texto referências a divulgação, se as arquibancadas estarão de alguma forma preenchidas só saberemos sábado e domingo, mas não importa muito pra quem vai entrar em pista. Pro agility é ótimo, mas uma coisa de cada vez. Primeiro os competidores.



Tags:

Agility

Dando um Block

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. novembro 2013 18:11

Porra, ontem publiquei uma foto da Glee com o Théo na cama, ou o contrário. Depende. Ai veio uma lá, que nem conheço, dizer que tem nojo de cachorro na cama. Ah te para animal, pelamor... Eu durmo com cachorro há 15 anos e nunca tive problema algum de saúde por isso.

"Ah mas o cachorro não anda de sapato, não toma banho". Só os cães? É muita ignorância, bem de boa. Vai se tratar. E fala isso numa foto de um cara que tem seis cães e que só tem amigos que tem cães. Enfim, block né?

Nada contra os que não dividem suas camas com cães, nada contra os que não gostam de cães, melhorem seus argumentos apenas, ninguém é burro.



Tags:

Lamentável

10 anos de agility - foi em Campinas

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. novembro 2013 11:42

Contei ontem a história da pata do Elvis, talvez uma lagarta tenha queimado as almofadas da pata traseira dele, semana passada. Ou uma aranha mordeu, não sei. Se aparecer pendurado na árvore saberemos o que foi, hehe.

Lembrei do que aconteceu com o Schummy em 2006. E acho que vale contar outra vez para a seção de 10 anos de agility, que terminará em fevereiro de 2014, quando completo 11 anos dentro do esporte. Vamos lá.

Era outubro de 2006. Schummy começava a render dentro de pista. No final da I Copa CBA fez duas boas pistas. Uma com duas faltas e outra com apenas uma. Fiquei com a 6ª colocação na 6ª etapa lá em Itú. Depois de um mês de treino o dog estava muito bom. Com zonas legais e boa entrada de slalon.

Na quarta-feira pré viagem para a abertura do VII Campeonato Brasileiro o Schummy aparece mancando, MUITO. Como? Do nada aparece assim? Fui olhar a pata e havia uma gosma em uma das dianteiras. Imediatamente saquei que era uma lagarta esmagada. Pisou, queimou e depois ficou inchada.

Sabendo do problema solicitei uma carteira para a Guíça, que já treinava, fazia a passarela, mas não sabia o que era muro e salto em distância. Liguei para São Paulo e pedi que fosse feita uma troca. Naquele tempo as inscrições eram enviadas num arquivo do EXEL. Solicitar a CT também era manual, via email. Falei com o Artur, expliquei e a CT ficou em standby.

Na quinta a noite ele ainda mancava, então dei o ok para a troca. Sai Schummy entra Guíça.

Problema é que ela nunca havia viajado, nunca havia treinado em outro local fora da Amigo Cão, enfim... ela era um bicho do mato, medrosa mesmo. Ficou um dia sem fazer xixi durante a viagem.

Na prova estava tudo ótimo, apenas um refúgo quase no final, antes da casa, nenhum problema com o muro e com o salto em distância. Fui até a casa do Aurélio treinar isso. O problema foi quando ela chegou na passarela. Sinceramente não sei o que aconteceu, a primeira vez (a da foto by Fê Lesnau) foi que foi e parou no meio. Pulou e não quis subir mais, levamos os refugos, desclassificados, fiquei muito desanimado. Alias, aquele final de semana foi para esquecer, ninguém foi bem. Nem entrei em pista no domingo, pra não piorar a situação.

O Aurélio ainda beliscou um pódio no domingo, mas eu, Tiago fazendo sua estréia no grau 2 com o Mago, e a Fernanda com a Kiara, todos fomos muito mal. Fora as brigas que rolaram. Parecia coisa de banda de rock. Superastros.

Porém tudo vale como aprendizado, esse foi um ponto importante dessa jornada com a Guíça. Com certeza me fez melhorar, dar mais atenção para esse momento antes de colocar para competir. Nossa jornada foi bem longa, competimos e treinamos muito. Ao ponto de até hoje ser o dog com que mais tive sucesso no esporte.

Não preciso dizer que no sábado, em casa, Schummy já estava bom, certo? Acho que ele não queria era viajar mesmo.



Tags:

10 anos

Coisas que faço 4 - caixas

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. novembro 2013 10:50

Mais uma coisa que a Vívian faz. Tem um post sobre isso aqui. Tem gente que acha um absurdo deixar o cachorro numa caixa transporte. Por diversos motivos nós usamos as caixas aqui em casa. Porém mais absurdo é ter muito espaço para um cachorro e deixa-lo sem esforço mental. Um border com espaço vai fazer exercício sozinho, mas essa raça sem exercícios que exijam pensar não cansa.

Além disso, estamos cada dia num lugar diferente, é bom que eles tenham esse porto seguro, a caixa é a caixa não importa onde.

Esse comando, caixa, com uma semana aqui em casa ela já sabia.



Tags: ,

Treinamento

Até o próximo domingo - Fórmula 1 só em 2014

escrito por Fabi Estiga nesta data  24. novembro 2013 22:27

Agora teremos uma carinha de tempo sem falar muito de Fórmula 1. Até que em janeiro as equipes comecem a lançar seus modelos para a próxima temporada.

A corrida de hoje no Brasil não chamou nada a atenção das pessoas. Por uma série de motivos. O principal é o compromisso zero dos brasileiros com esportes em que não existe um brasileiro vencendo. Não é nem participando. Tem que vencer. Foi assim com o Tênis.

Webber, hoje em sua última corrid,a andou sem capacete e caiu no pódio.

Vettel e a RedBull esse ano entubaram todos. Ano que vem precisamos de Alonso, Raikkonen e Hamilton com carros melhores. De outra forma com um carro bom Vettel será penta. Algo que nem eu, fã do alemãozinho, desejo.

Domingueira foi também para cortar a grama e trocar umas partes do carro. Sexta perdi a tarde esperando a troca do vidro dianteiro. Uma linda pedra, num dia chuvoso voltando de Sampa, trincou o parabrisas. Hoje troquei a bomba do esguicho. Nem tenho essa habilidade mecânica, mas sei lá, vou fuçando. O que importa é que funcionou.

Semana curta, quinta-feira #ontheroad. Que seja boa para todos.



Tags:

Até o próximo domingo

XVBR - inscrições feitas - Sorocabs

escrito por Fabi Estiga nesta data  24. novembro 2013 12:43

Incertezas antes de colocar os nomes dos cães na "tábua de inscritos". Porque essa semana o Elvis foi mordido por algum bicho em uma das patas traseiras. Isso Ocasinou um inchaço e ele ficou mais manco do que já é. Aqui nessa época do ano, privamera e verão, aparecem muitas lagartas.

Schummy uma vez já pisou em um bicho desses e aconteceu o mesmo, em 2006, na abertura do VII Campeonato Brasileiro. Foi igual, mas em uma pata dianteira um dia antes da viagem. Pra não ficar sem competir levei a Guíça, primeira vez dela, foi muito ruim.

Ai ficamos esperando até os últimos minutos para talvez fazer uma CT para Gorda ou Glee pra Vívian não viajar sem propósito. No final está tudo bem e estamos com nossos dogs inscritos. Como já falei são apenas dois, Bola e Elvis. Ano que vem teremos o dobro de cães, hehehe.



Tags:

Agility

O número 23

escrito por Fabi Estiga nesta data  23. novembro 2013 21:59

Tem um filme, que eu curto muito, com o Jim Carrey que ilustra bem a obsessão das pessoas por certos números. Vale a pena assistir se gosta de um suspense. Fato que o número 23 tem um significado especial na minha vida e na vida da Vívian.

Foi no dia 23 de novembro de 2009 que começamos nossa primeira viagem juntos de carro, foi nesse dia que ela veio para o Rio Grande do Sul de mudança. Na bagagem muita roupa, um forno microondas, uma táboa de passar, um saco de ração e um border collie. Essas coisas e o ser juntaram-se a minha máquina de lavar, fogão, refrigerador, armário e mesa. Hehehe.

Quatro anos depois construímos uma família, com ajuda das nossas famílias.

Hoje são sete filhos, seis cães e um humano. Tarefa complicada gerenciar essa vida louca que levamos, com tantas viagens e tantas responsabilidades. Porém nessa história toda preciso destacar que fomos unidos pelo agility. Como tantos casais que temos hoje dentro dessa outra família que compartilhamos no esporte. Aproximados pelo amor aos nossos cães. E assim foi mais fácil, já havia algo em comum, certa cumplicidade.

E se houve uma fase difícil nesses anos foi a fase que ficamos sem o agility.

Quatro nem é um número redondo, ano que vem faço uma homenagem, um post, um Top10 dos momentos mais marcantes. Hoje tá de boa agradecer por tudo, principalmente por aguentar esse cara de humor 8 ou 80, mas que tenta, tenta mesmo, crescer a cada dia um pouco como você. Eu brinco que são só 4, mas parecem 10. Agora fala sério, a gente fez tanta coisa nesses quatro anos, tantas viagens, já estamos na segunda casa, sei-lá quantos carros... que parece que o ditado nos serve bem "1000 anos em 10".

Ah, hoje também é aniversário de 3 meses da Coca!!!



Tags:

Geral

Sensacional, inacreditável, imperdível

escrito por Fabi Estiga nesta data  22. novembro 2013 00:27

Mais recente clipe do Bob Dylan. É uma TV, você pode trocar os canais e veja o que acontece:
http://video.bobdylan.com/desktop.html



Tags:

Música

335 motivos pra gostar de Rock - Música Inédita

escrito por Fabi Estiga nesta data  21. novembro 2013 00:52


Tags:

335 motivos

Mais um metro

escrito por Fabi Estiga nesta data  20. novembro 2013 19:53

Nota mental para a próxima vida: fazer todas as zonas de contato em tamanho oficial.

Porque montei hoje a descida com um metro a mais e a Glee parava antes. O que não é um problema grande, não nessa fase do treino. Mas se nunca fosse treinar numa passarela maior isso faria muita diferença. Já estou repensando o meio menor também.

Pra quem pensa em competir e quer ser competitivo três palavras: o fi cial.

As zonas que são extremamente musculares, existe uma memória por parte do cão nesse ponto como existe na altura do salto, e um metro a menos na descida, na subida e ou no meio com certeza trará um padrão não desejado quando for pro obstáculo em tamanho oficial.



Tags:

Agility | Treinamento

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"