AWC2016 - por uma zona corrida

escrito por Fabi Estiga nesta data  30. setembro 2016 11:01

Romina conduziu Wish no Agility como se o dog estivesse nos trilhos. NO vídeo dá pra ver. Falei sobre o pódio da Romina no Mundial de Saragoça aqui, e pensei depois na dimensão real desse pódio. É bem mais do que escrevi.

Gosto muito da Argentina. E ela é aqui do lado! 500 ou 600km você está lá. Buenos Aires é mais longe, mesmo assim é mais perto que São Paulo. A gente aqui no RS, embora alguns neguem, somos meio Uruguaios e Argentinos. Vendo a pista fiquei feliz por ter sido uma conquista maiúscula, não foi chorada. Foi limpa e concreta, digna de título, que não veio pela zona corrida da campeã.

No vídeo abaixo os dogs vão corpo a corpo, com conduções bem diferentes, até chegar na passarela. Wish freia e Chi (Dog da Alemanha) parece ligar um turbo.



Tags: , ,

Agility

Passou da hora 2 - nivers do Bola

escrito por Fabi Estiga nesta data  30. setembro 2016 09:25

Ontem e hoje era e é aniversário do Bola, dele e dos irmãos. Incluso o Vader, que está com a Val. Falando rapidamente sobre o Bola, foi o melhor cachorro que eu treinei até hoje. Embora a Glee também seja muito boa e mais rápida que ele, o fato é que fui muito metódico com ele.

Bola (setembro 2007)

Busquei coisas novas, no início eu e o Aurélio conversamos muito sobre os treinos, estava todo mês em São Paulo nos acabamentos, aparando as arestas, treinando com o Samir no CTA e o resultado foram ótimas primeiras pistas. Quatro completas, um Muito Bom, dois Excelentes e um Excelente Zerado.

Eu cresci muito como treinador e condutor com o Bola. Foi um complemento do que fiz com a Guíça, focando em mais velocidade. E no início Bola era de 3 a 4 quatro segundos mais rápido que a irmã mais velha.

Ele nunca foi descontrolado, sempre foi um cachorro centrado. Até por esse motivo não era muito bom. Era um ótimo dog para treinar e conduzir. Tanto que os melhores resultados que tenho são com ele. Chegamos ao Grau 3, competimos lá, chegamos aos pódios, entre os grandes, e hoje ele treina o Théo.

Glee (abril 2012)

Com a Glee eu fui mais light, treinei ela praticamente sozinho, tudo em casa, e faltava condução. Até por esse motivo comecei com ela no iniciante, pra dar essa noção de pista sem o estresse de ter que enfrentar gangorra, slalon e rampa. Só a passarela.

Mesmo tendo que escutar zoação porque era um grau 3 competindo no iniciante, e os críticos não perdoam, deu muito certo. No primeiro final de semana foram dois Excelentes Zerados e duas desclassificações. Melhor que o Bola e poderíamos ter passado pro G2 logo nas primeiras quatro pistas.

Fiquei muito orgulhoso do nosso trabalho, foi especial. Fiz gangorra, rampa, slalon, saltos, pneu e passarela em casa. Foi uma vitória multipla. Comparativamente Glee era mais rápida que o Bola, também. Porém ela no início abria demais, mais do que hoje ainda. Então era uns 2 segundos mais rápida.

Coca (outubro 2013)

Quando a Glee fez suas primerias pistas, a Coca já estava treinando também, porém faltava um longo caminho e a data já estava marcada. O Américas e Caribe 2015. Não foi uma correria, porém eu cobrei muito da Vívian por uma melhora na condução dela. Porque não treinamos a doga para esperar o condutor. Treinamos para que ela sempre estivesse olhando para frente, onde o condutor deveria estar. Foi duro, mas o resultado veio. Venceu uma das pistas do A&C2015 no grau 1. Campeã do Américas e Caribe.

Depois subiu pra cabeça da Vívian a vitória e demoraram para encaixar outra vez. kkk.

Cão por cão, a Coca é melhor que a Glee, ela dobra. É um Border Collie 100%, Glee é meio Border, meio ACD. É quadrada. Então elas ficam no mesmo segundo. Até pela pouca diferença de treino de ambas.

O próximo (????)

Nunca fiquei sem cachorro para competir. E agora tendo que abastecer uma família que pratica agility, não dá pra ficar sem pensar nisso. Bola, embora bem cuidado, não vai durar pra sempre. Nimoy vai virar ainda. Ele tem potencial, precisamos apenas de tempo.

Final de semana tem corrida na Malásia, fórmula 1, se Hamilton vencer, vou encontrar uma Lewis pra treinar.



Tags:

Agility

Passou da hora 1

escrito por Fabi Estiga nesta data  29. setembro 2016 15:41

Nessa vida de cão, tudo passa muito rápido. Juro, parece que foi ontem que comecei com o Schummy. E a Glee já está há quatro anos conosco. O tempo passa muito rápido e passou da hora de pegar outro dog para treinar.

Como fazer isso com a lotação de casa esgotada? Nimoy já foi a solução para o problema, porém ele tem se mostrado um pouco lento em sua evolução dentro do esporte. Treina muito bem em casa, mas quando sai do ambiente que lhe é acolhedor, não rende.

É um ótimo, incrível cão, para simplesmente ter.

Assim fica complicado, para criar, manter, tratar e deslocar, um novo cão. Hoje é aniversário do Bola, 9 anos de idade. Comigo já praticamente se aposentou. Continua treinando e competindo com o Théo, Vai mais um ano tranquilo de provas. E depois?

Essa é a grande encruzilhada do agility, e a pergunta é "quando pegar um novo cachorro?". A resposta é fácil "passou da hora". O problema é "como pegar?".



Tags:

Agility

AWC2016 - pódio sulamericano

escrito por Fabi Estiga nesta data  28. setembro 2016 21:41

A impressão que dava, Américas e Caribe após Américas e Caribe, desde 2006, é que os outros países estavam cada vez mais perto, até o ponto em que eles passaram o Brasil. Principalmente a Colômbia. Mas no Mundial o Brasil tinha mais experiência, equipes mais completas e as medalhas.

Romina e Wish, foto acima, no pódio do Mundial na categoria standard individual é o primeiro pódio sulamericano não Brasileiro. Premiação para os sobreviventes do contestado Agility montado pelo árbitro da Espanha, José Luis Garcia. Ainda que o percurso estivesse lá para todos, a pista era muito ruim.

Importante essa conquista para o Agility Argentino, provavelmente fomentará o esporte do país. O time Standard também terminou bem, numa 11ª posição.

No total sete duplas estiveram em Saragoça, quatro da categoria standard e três da mini. A Colômbia por exemplo, como o Brasil, levou 12 duos. Estar com todas as categorias completas é uma forma de aumentar as possibilidades. No entanto, sabemos como é difícil estar entre os três melhores em uma pista, imagine depois de duas!!!

É uma conquista para ser comemorada e que deve ser potencializada pelos hermanos. Parabéns!



Tags: , ,

Agility

Mentalidade é o problema

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. setembro 2016 21:12

O Marco Magiolo escreveu um TEXTÃO lá no Facebook que mostra muito sobre o Agility nos Estados Unidos. É complicado comparar porque o Esporte lá é genero de primeira necessidade. Até o nosso futebol, que é inglês, eles jogam.

Outro ponto importante é que eles não dão tanta importância pro resto do mundo. É assim com carros, com a música e também com o esporte. Automobilismo, por exemplo: no mundo a Fórmula 1 é o Topo. Para os Americanos é a Nascar, que tem centenas de corridas e várias divisões de acesso.

É um mercado gigantesco que constuma impor o seu gosto, normalmente.

No Agility não é diferente. Dia desses mesmo eu escrevi sobre a FCI e suas decisões atrasadas. Enquanto a casa era condenada na América do Norte, lá estava ela no Mundial. No entanto não é apenas isso. Tem também as categorias. Isso eu já comento há anos, e todos concordam que seria necessário rever os tamanhos dos saltos e criar uma ou duas novas possibilidades de enquadrar os cães pelas suas medidas.

Não é a questão de tornar a casa o demônio, não. Também comentei algumas vezes que esporte é limite e limite é perigo.

Gostei do texto, acho importante ler. Está lá no Facebook, coloquei aqui também. Porque ele se deu ao trabalho de pensar e escrever algo que faz a diferença, é a visão de alguém que está vivendo uma realidade, no dia a dia, totalmente diferente da nossa.

Basicamente, no Brasil, temos um problema de mentalidade e educação. É uma discussão muito longa, já falei disso em dezenas de posts, basta procurar no formulário de busca.



Tags:

Agility

Love, Love, Love...

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. setembro 2016 17:59

O disco dos Beatles que tem o Fusca na capa, ano que o Paul morreu e colocaram outro no lugar dele, não é o que tem "All you need is love". Ela é do Magical Mystery Tour. Outro baita disco. No Abbey Road, tem uma penca de músicas legais.

Num instagram perdido eu vi uma imagem dessas de decoração escrito Love com o logo da Volks no lugar da letra Ó. Nos últimos meses procuramos um "love" legal para fazer isso e não encontramos. Então resolvi fazer um em casa mesmo.



Tags: ,

VW

Ah uma Kombi |o\_|_/o| Fantástica no Fantástico

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. setembro 2016 21:48

A Kombi só podia ser Virginiana mesmo. Ontem no Fantástico, o dia da Kombi, lá em Curitiba. Quem sabe ano que vem eu vou lá! kkk

Aqui a matéria do Maurício Kubrusly. E esse layout preto e amarelo... já consigo até ver os obstáculos no bagageiro.



Tags:

Ah uma Kombi

Copa CBA na mira dos maluco

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. setembro 2016 10:30

A Copa CBA, que terá abertura agora em Outubro, daqui a três semanas, provavelmente será uma prova bem nacional. Lembrando que ao contrário do Brasileiro, as provas são Open 2 e 3.

A foto acima tirada do Facebook da Izaura Lorena, ao fim das etapas da Copa Paraíba, tinha a seguinte leganda final "Valeu galera e que venha SP.". Outra turma que estará em Cotia é a do Distrito Federal. Segundo Luiza Dias a galera de Brasília está embalada. kkk. Galera de Brasília embalada, ficou engraçado.

Depois das provas de Minas parece que o pessoal tomou gosto pelo oficial e deve descer até São Paulo.

Essas provas estão em nossos radares desde que o calendário foi divulgado. Minha primeira competição oficial completa foi uma Copa CBA, a primeira! Agora a oitava edição promete ser das grandes.



Tags: ,

Agility

AWC2016 - quase nada

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. setembro 2016 11:46

E mais um mundial acaba. Agora é hora de contabilizar prós e contras e pensar no futuro. Eu, particularmente, vi quase nada desse mundial. Vi o Jumping Standard porque era de graça, na quinta, e só. Todos os dias eu falei "vamos comprar", mas outra coisa acontecia e a transmissão ficava pra depois.

Não vi e não sei. Nem vou comentar os últimos dias porque sequer os resultados acessei. Vi a prova da MotoGP, na Espanha em Aragon. Ia passar, não precisei pagar e gosto de corridas.

De forma geral notei um número menor de informação rolando de forma aberta. Acho que a informação continua lá, porém a única foto que vi desse mundial foi essa acima, do Samir com o Bandit. No site oficial não tinha nada até ontem, onde procurei, sábado pela manhã.

Novamente vou criticar o AWC por não ter transmissão aberta. Isso ajudaria a divulgar de forma geral o esporte, e com certeza eu conseguiria ver alguma coisa durante os dias em que não me comprometi 100% com o esporte que pratico. Mas me baseio nas Olimpíadas, se eu tivesse que assinar pra ver as provas de natação, não veria nada, sem trocadinhos. E eu também nado, e me interesso bastante pelo assunto.

Não que pagar 100 reais pela transmissão seja caro. Também não é. Penso assim: pra que pagar por algo que não vou ver?

Uma justificativa para a transmissão paga seria: se muitos tiverem acesso ela será de péssima qualidade. Ai cabe mais investimento em infraestrutura, já que a Crufts é FREE e de qualidade indiscutível.



Tags:

Agility

Minha casa, minha vida - FCI

escrito por Fabi Estiga nesta data  24. setembro 2016 07:53

A caça as bruxas, tendo a casa como personagem principal, teve mais um capítulo no Mundial. Brinquei com isso aqui. Mas parece meio hipócrita dizer que apenas a casa oferece risco para os cães. Estar vivo é correr risco, olhando de forma extrema e qualquer coisa, qualquer mesmo, dentro de pista pode ocasionar uma lesão.

Ah, tiramos a casa, agora o agility é 200% seguro. Não é.

A FCI me parece bem conservadora em relação ao Agility e nos Estados Unidos as "federações" mais legalzonas. Severo Snapes e Dembledore. Prost e Senna. Joelma e Chimbinha. Eu sentia muito isso quando estava no mundo de Expos de Beleza. Quando se comparava os Estados Unidos com o Brasil. O AKC (American Kennel Club) tem vida própria, por exemplo, e sempre pareceu que eles cagavam para a FCI.

Essa era a minha visão.

Um ponto interessante, no Agility, é o número de categorias que temos. Na FCI alguns cães são prejudicados pelos seus tamanhos. Alguns pensam em cinco categorias. Micro, Mini, Midi, Standard e Gingante. Outros eliminariam a última citada agora. O problema é que com Mini, Midi e Standard temos problemas com os cães pequenos, em todas as categorias, com dificuldades principalmente de saltar.

Ai num determinado momento coloquei aqui ou em outro lugar que deveriam ser cinco categorias. Alguém levantou uma bandeira dizendo "imagine no mundial!!!". Sim seriam mais cães pra levar, mas imagine o outro lado, mais cães para premiar.

Enfim, é uma discussão sem fim, que vem de longe. Leiam abaixo esse post da Val, de 2010!!!

http://shelixeluv.blogspot.com.br/2010/05/novas-categorias.html



Tags:

Agility

AWC2016 - no mundo do SE

escrito por Fabi Estiga nesta data  23. setembro 2016 21:38

E hoje foi o outro dia que falamos ontem. E os times Standard e Mini estão finalizados. Começando com o Standard que foi melhor no Agility que no Jumping. Com a 14ª posição e três faltas. Ontem fomos 28º. Subimos quatro posições, porém o melhor é saber que sem as faltas estaríamos em segundo lugar.

Se ontem a classificação tivesse sido um Top10 com três duplas zeradas, hoje o Brasil seria pódio no Mundial 2016. Se o se fosse válido. Mas é um ponto interessante.

O time mini foi o que mais sofreu entre a classificação final para o Mundial, ainda em solo brasileiro, até a definição do quarteto que embarcaria para a Europa completou três pistas das oito. Apenas Kid, conduzido pela Cassiana, completou o combinado. Kátia completou uma delas com Nica, enquanto Nitro e Bandit, conduzidos por Renan e Samir, nenhuma.

Restou para os pequenos a trigésima posição entre 32 times.

Os Midis

O time Midi Brasileiro foi bem. Jem acabou se machucando em sua passagem, mas parece que já está tudo ok com ela. A 14ª posição no Jumping não é ruim. Mesmo com muitas equipes zeradas (12), e uma com falta de tempo, dois duos José Luiz/Bina e Felipe/Cora, terminaram entre os 10 primeiros. Fernanda com Gory levou um refúgo, perdeu tempo. Mesmo assim a posição é ótima para disputar o Agility amanhã.

Só para comparar, a Rússica campeã no Standard por times terminou o Jumping em 12º lugar.

As posições individuais de Bina (2º lugar) e Cora (7º) são ótimas, algo que também pode levar as duplas a boas posições nas provas individuais.



Tags:

Agility

Brasablue |oo -w- oo| frente nova

escrito por Fabi Estiga nesta data  23. setembro 2016 20:49

O trabalho não andou muito lá pelos lados da oficina do seo Toco. Mas a Brasília já tá de cara nova. Os buracos na lata ficaram para a próxima semana. Controlando a ansiedade vamos seguindo. Ainda preciso comprar para a frente os faróis e a moldura, temos tempo ainda.

Pretendo deixar a frente preta mesmo, aqui já falei disso, mas tem que pintar essa peça mesmo ela já sendo preta.

Quando fui buscar ela em Novo Hamburgo entrei no estoque da loja para olhar o modelo, se estava ok. Um galpão lotado de peças de todos os carros e com um setor da Volkswagen. Fiquei olhando pra tudo e o vendedor disse "cuida a tua cabeça, pra não bater em nada". Lá haviam três "lâminas" de frente de Brasília. Catei uma e botei no porta-malas do carro.

Ontem quando estava saindo para um compromisso, passei na frente da oficina e vi Brasablue de cara preta! Fiquei mega feliz e hoje fui lá dar um conferes.

INSTAGRAN DA BRASABLUE
https://www.instagram.com/brasablue/



Tags: , , , ,

Ah uma Brasa

AWC2016 - buraco mais pra baixo

escrito por Fabi Estiga nesta data  22. setembro 2016 22:58

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Falta pouco pra começar o segundo dia do Mundial 2016 e já dá pra dizer o de sempre: o nível da bagaça é alto pra crlho. O Brasil talvez tenha, entre os standards, a equipe mais rápida de sua história, mas não fomos bem hoje.

Amanhã é outro dia, e já vimos boas viradas do Jumping para o Agility. É fato que o Brasil ficou mal colocado hoje. A 28ª posição com duas desclassificações não anima. No entanto o agility premia a perna, logo existe a possibilidade de pódio nessa pista. Mesmo sendo o Agility a pista forte dos Europeus.

Abriram os trabalhos brasileiros Felipe e Cookie, com um excelente zerado. Depois Fernanda e Fendi foram desclassificadas faltando um obstáculo. Ótima primeira vez. Pra isso são quatro cães, pra descartar o pior. Aurélio e Guapo entraram na obrigação de completar o melhor possível, e assim como a primeira, completaram zerados. Na mesma situação José Luiz e Bona fechariam o time standard.

E é difícil de falar o que aconteceu de errado, onde eles erraram pra Bona não entrar no slalon. Talvez uma escorregadinha, vi alguns cães deslizando um pouco (ou foi impressão), e antes da desclassificação já eram três faltas para a dupla. Uma pena.

O lado bom é que o melhor tempo do campeão do jumping, o Canadá, foi 34,15 e o melhor tempo de um duo "verdamarelo" 35,73. Como penso que nenhum dos nossos entrou pra rasgar, minha conclusão é que "SE" tivessemos três Excelentes Zerados estaríamos perto do 12º ou 13º lugar. Com um pouco mais de ligeireza, quem sabe um Top10.

Como já falei, amanhã é outro dia.



Tags:

Agility

Minha casa, minha vida - o mundial

escrito por Fabi Estiga nesta data  22. setembro 2016 22:49

O Temer já disse que não vai acabar com os programas sociais do PT, inclusive diz ele que ampliou. Então acho que teremos casa por uns bons tempos ainda. Ou não? Na primeira pista do AWC2016, em Saragoça, lá estava a dita.



Tags:

Agility

AWC2016 - Livia tipo exportação

escrito por Fabi Estiga nesta data  22. setembro 2016 09:56

Deixei passar muito, na correria do dia após dia, a presença da Lívia Nogueira, na selação de Portugal. Não sei direito se ela mudou-se para a Europa ou está apenas passando uma temporada lá.

Não é a primeira vez que um condutor Brasileiro compete por Portugal, Samir também já defendeu as cores lusitanas.

Com dois cães, Carol e Zahara, Lívia do Rio de Janeiro e Brasil, estará em pista no Mundial 2016.



Tags:

Agility

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"