pOsTmIx: mudanças e mais mudanças

escrito por Fabi Estiga nesta data  10. setembro 2015 11:28

Vamos dar uma passada no que anda acontecendo no agility pelo Brasil. Algumas coisas boas, outras nem tanto. Vamos lá:

- Dora não vai mais pro mundial com a Marcela, a doga saiu machucada de um dos treinos da seleção e sua condutora achou melhor recuperar com calma deixando a vaga para Antonella e Parsi (Parson Russel Terrier). É o que diz o comunicado publicado no Facebook, na página da Seleção Brasileira de Agility;

- Brasileirão com menos de 100 duplas por dia. Salvo engano meu, são 92 na 3ª etapa e 96 na 4ª. Que ocorrerão no mesmo sistema da abertura. Iniciantes e Grau 1 no sábado, Grau 2 e 3 domingo;

- Mudanças na coordenação do Rio de Janeiro. Antonella Corsini, sim a mesma que vai pro mundial, deixa o cargo no estado e agora passam a ter uma Coordenação. Quatro nomes organizando;

- voltando ao BR, na abertura no Dog World tivemos 121 e 116 inscritos, 1ª e 2ª etapas. Na média ainda são mais de 100 duplas por prova. A baixa no número de inscritos tem vários motivos, mas que não cabe nesse post, talvez mais tarde.



Tags: , ,

Agility

Brasil, à Francesa

escrito por Fabi Estiga nesta data  7. agosto 2015 10:19

Como diria a Marina... o selecionado brasileiro vai sair "à Francesa" para o Mundial 2015. Patrick Servais vem ao Brasil para treinos com a equipe que estará na Itália, logo mais, e também fará um Curso Internacional.

O Brasil sempre fez essa troca de experiências com estrangeiros. O próprio Patrick já havia vindo em anos anteriores (foto ao lado). A Sylvia Vaanholt veio durante três anos seguidos treinar o Brasil, entre outros nomes. Mas a questão sempre fica no porque estamos sempre atrás, mesmo com tanta informação e treinamento.

Creio que basicamente aqui a troca de informações é mais lenta. Na Europa tudo é menor, o Brasil é praticamente uma Europa e temos poucos cães competindo. Esse é o primeiro ponto, poucos cães. O segundo ponto é inovação, aqui a gente sempre pega a informação atrasada, por conta dessa distância.

Mas como fomos campeões tantas vezes então?

Ah, esporte é esporte. São vários os fatores que podemos citar. Como por exemplo: talento, dedicação e sorte. Sorte por último porque sem talento e dedicação não adianta ter sorte. Todo grande campeão tem um pouco de boa sorte. Mas não é apenas de sorte que somos e fomos feitos, existe muita dedicação e talento em todas as conquistas brasileiras em mundiais.

Falta hoje a inovação.

Fórmula 1

É a maior categoria em termos de automobilismo, embora as regras hoje sejam restritas em termos de regulamento, a inovação é um dos grandes trunfos nos carros. Vejam o câmbio semi automático, criado pela Ferrari. Garantiu no final da década de 80, início da de 90, uma grande vantagem para a equipe. Possibilitando ao Prost equilibrar em 1990 a competição com a Mclaren Honda de Senna. No ano seguinte a Williams inovou e tinha o melhor carro, dessa vez com a suspensão ativa.

Em ambos os casos, Senna com um carro igual ou inferior, compensou no talento, dedicação e sorte, venceu ambos os títulos.

Inovação é a palavra. Abaixo um vídeo do Patrick no Mundial de 2012.



Tags: ,

Agility

EO EO2015 - AWC2015

escrito por Fabi Estiga nesta data  8. junho 2015 10:20

Hoje sairam dois comunicados sobre duas competições internacionais que o Brasil terá duplas. Primeiro o Aberto Europeu, uma prévia do Mundial, mas com mais duplas. Nessa competição que será disputada na Alemanha serão cinco duplas. Aqui sabemos quais são. Segundo no Mundial 2015 os classificados, agora oficialmente estão aqui.

Em comum nos dois selecionados temos Samir com Lali e Vivy com Jem.



Tags: ,

Agility

AWC2015 - confirmados

escrito por Fabi Estiga nesta data  2. junho 2015 10:49

Todos confirmados, Skipper, Akira e Vicky. Com eles, também classificados, estão Alex, Anna e Paulo. Primeiro a volta da dupla Campeã Mundial de 2008, com o time mini. Skipper é um veterano. Akira, uma dupla ainda grau 2, não é a primeira que classifica sem estar no mais alto do Agility Brasileiro e finalizando com Paulo e Vicky, que estarão pela segunda vez em Mundiais, sendo que Paulo é campeão, também em 2008 com Blanka.

A questão agora deixa de ser o positivo em relação a intenção de estar na Itália, e passa a ser a confirmação oficial da Comissão Técnica.

Duas duplas são totalmente novas entre doze. Wesley/Sophia no Standard (Border Collie) e a já citada Ana Burnier/Akira. As demais tem pelo menos condutor com passarens por mundiais, como Nica (Pastor de Shetland) que estará com katia em pista. Então podemos dizer que é um selecionado bem "rodado".

Na foto, by Agility Pictures, Akira. Pedido de Nimoy. Queria ver a irmã mais velha no blog. kkk



Tags: ,

Agility

AWC2015 - mudanças na seleção

escrito por Fabi Estiga nesta data  6. maio 2015 08:47

Mundial acontece em outubro, na Itália, em Bolonha. Um bom país pra se ver um mundial. Itália, Espanha, França, onde aparentemente as coisas são mais parecidas com o Brasil. Futebol/Automobilismo. Divagações de lado, vamos aos fatos:

Duas duplas pediram desligamento do selecionado depois de classificados pelo XVI Brasileiro. A primeira era esperada, Paulo que aposentou Blanka após o Américas e Caribe. No lugar dele, pelo ranking, entrou Renan com Nitro. Depois Marcos Victor com Fly, esse a maioria não esperava, e em seus lugares entraram Marcela e Dora.

Interessante que não restam muitas duplas grau 3 para completar essas vagas, principalmente no Midi.

Com as duplas que ficaram nas melhores posições nos rankings já classificadas poderemos ter disputas interessantes nas Seletivas e mais, duplas com condutores e cães estreantes. Quem sabe até sobrando vagas para duplas grau 2. Tudo é possível.



Tags:

Agility

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"