Adidas X Salomon - a virada dos alemães

escrito por Fabi Estiga nesta data  7. junho 2017 11:44

E a Adidas tem crescido no Agility, creio que quase ao ponto de igualar ao Salomon. Alemanha X França. Não apenas pelo preço, três vezes menos, mas também por ser um calçado muito bom para fazer agility.

Acima a Thaissa com um TR7 azul e laranja. Mesmo que a gente usa e que deveria fazer parte do Uniforme da Amigo Cão. As cores da Adidas eu acho melhores que a da Salomon. Enquanto que abaixo tem um Ax2, de um condutor da Ducão, não sei quem é.

Com o meu Ax2 fiz uma prova apenas. É mais confortável que o Kanadia, no entanto o TR7 dá mais grip, por ser mais duro. É como um carro. Chassis duro com pneu mole igual a tração. Chassis molengo tração menor. Outra, quanto mais perto do solo o seu pé estiver, melhor será o centro de gravidade. Abaixo outro TR7 da cor mítica! No caso Bernardo com Renault Logan.

Outras duas que compraram porque eu faço propaganda pesada, Luiza e Ana. A primeira comprou o TR7 dela depois do dilúvio em Itu, aquela prova que a galera ficou com barro até na roupa íntima. Não quis falar cueca e calcinha. O da Lú do Distrito Federal é laranja e cinza. Bem legal.

A Ana, do Rio, já chegou lá de Kanadia, presente da mãe. Não vejo um presente melhor. Também foi lá na barrela de Itu. Foto abaixo. E a cor? No comments.



Tags: , , ,

Agility | Virado em perna

Quer ficar de pé? Me pergunte como?

escrito por Fabi Estiga nesta data  7. fevereiro 2017 12:41

Final de semana algumas pessoas vieram falar comigo sobre tênis. Alguns, vários, com o Kanadia. Hoje a Luiza (Léia) me mandou uma foto do tênis que ela comprou. Qual? Um Kanadia TR7, com detalhes em laranja.

São várias alternativas que existem para o famoso Salomon, que vale dizer tem uma construção melhor que a do Kanadia, porém custando três vezes mais caro! É um absurdo. Em 95% das provas você não precisará de tanto tênis. mas se quiser a marca e toda a excelência da marca francesa, ai não tenho mais argumentos.

A Adidas tem no mínimo três modelos que você encontra fácil pra vender que atenderão bem a necessidade. Acredito que o Kanadia seja o mais versátil, sendo essencial para terrenos como o que tivemos sábado, na 3ª etapa da Copa CBA. Porque é um tênis de trilha.

As outras duas alternativas, que eu tenho e posso dizer que são boas (AX2 e o GSG) não teriam tanta eficiência. E tem preços mais justos. Variando hoje de 190 até 270 reais. Podendo encontrar promoções boas, visto que a Adidas já lançou o TR8! Abaixo um vídeo falando sobre os nossos tênis.



Tags: ,

Agility | Virado em perna

Virado em perna - Kandia 8k

escrito por Fabi Estiga nesta data  19. julho 2016 09:07

Ok, criei uma seção nova pra falar de tênis. Virado em perna significa que o cara se botou a correr. Sacaram? Deu no pé. O causo é que topei agora pouco com um banner num site mostrando o tênis abaixo, o primeiro deles, verdinho. Kanadia 8k. Mais abaixo dele o TR7.

Não sei se todos serão assim daqui para frente, ou se é apenas uma versão um pouco diferente do tênis. Porque do meio para trás ele passa a ser uma coisa só. Particularmente eu não gostei do desenho, menos ainda das três listras que caracterizam bem os calçados da marca, que no 7 da foto são extremamente discretas.



Tags:

Virado em perna

Adidas a vista ou em 10 vezes

escrito por Fabi Estiga nesta data  28. junho 2016 16:48

Eu sou um grande fã da Adidas, já comentei isso aqui, não? Desde pequeno que uso. Para o Agility temos pelo menos três modelos da marca, bem legais, para a pratica do esporte bretão. Alternativas aos cada vez mais proibitivos Salomon. Abaixo, se clicar na foto amplia. Kanadia7, GSG9 e AX2.

O Lucas Castro, há uns tempos atrás, mandou uma mensagem dizendo "70 % dos alunos da minha escola de agility agora usam o ax2 ou o kanadia" culpa do Café com Agility. Quedelhe meu patrocínio Dona Adidas? Tenho ambos, apenas o Kanadia é uma versão anterior ao da foto.

Esse da foto acima (Kanadia), é muito legal porque tem tamanhos para crianças também. O meu considerava um ótimo tênis, mas o solado era duro e o grip se perdeu no ano que usei. O AX2 que usei até a prova do Paulista é melhor. Muito mais confortável, algo que compartilhei com o brother Miguel Ferigatto, que tem ambos os tênis também.

O dele, Kanadia, ainda ficou apertado. O meu também era no início, comprei o meu número, um maior ficaria muito solto. É uma característica do tênis. E ele tem que grudar no pé mesmo.

Creio, que minha queda na sexta-feira, enquanto treinava no Clube de Cãompo, se deve em parte ao já gasto solado do AX2. Mas agora que ele está bom, bem macio. Problema é que pra deixar ele nessa condição tive que usar para treinar meu funcional, trabalhar e óbvio treinar agility. Se fosse usar só na grama natural duraria mais. Concreto come o tênis. E onde faço meus funcionais é concreto.

Em termos de solado o GSG é mais agressivo. Tem umas garras triangulares que provavelmente dão mais grip lateral para paradas, tipo as que são necessárias quando aparece um "OUT" em pista, onde eu me "contusionei". O AX2 tem uma traseira muito boa, é praticamente um salto, enquanto que o Kanadia tem um solado parecido com o GSG.

A diferença é que o Kanadia é como o Salomon, para trilha e o GSG foi desenvolvido para escalar paredes!!! hahaha. Segundo a própria Adidas. 

Preços

Em lojas virtuais os valores normais variam de R$200,00 a R$350,00. Porém é possível encontrar, como eu, um GSG9 por 169 reais. Um ótimo preço. Bem como procurando com carinho e despretensiosamente em lojas físicas você também pode trombar com um modelo desses esquecido, todavia com grade de números toda falhada. Com sorte encontra um "chinelo velho pra um pé cansado".

Meu Kanadia comprei em uma loja física, um achado, por 149 reais! Custava 250 no virtual. Muito chamativo, azul escurão (quase preto) e vermelho cheguei, deve ter empacado. Por isso a promoção. Paguei 151 reais pelo Ax2. Também com cores "I'm here Bro!!!" pela internet.



Tags: , , , ,

Agility | Virado em perna

com que tênis eu vou, na prova que você me convidou

escrito por Fabi Estiga nesta data  4. agosto 2015 00:16

Caras, alguns assuntos são extremos e importantes pra este que bloga quase diariamente aqui e compartilha insanidades no Face e outras redes. Caixas transporte, carros, números e tênis. Uniformes em geral.

Mas o calçado sempre foi algo importante. As chuteiras eu aposentei. Não tem coisa pior. Ter que usar dois números a mais pra quem tem um pé 35 é beleza. Mas quando seu número normal já é 42, e mesmo com o 44 só fica confortável quando rasga do lado, as alternativas precisam ser outras.

Ao lado os meus tênis de 2011 até o presente momento. O bem lá de baixo, Reebok, é até mais antigo. Agora estou desfrutando dos prazeres deste AX2. O Laranja é mais vermelho do que aparece na foto.

Pontos importantes

1. Tração - até sacrifico um pouco o conforto se o tênis for rápido. O Kanadia que tenho aperta um pouco o peito do pé, mas não esmaga os dedos como uma chuteira, porém a tração que ele entrega é muito boa. O solado tem um ótimo grip;

2. Conforto - se você pensar que vai ficar um minuto em pista, o conforto é secundário em um tênis pro agility. Por esse motivo coloquei a tração em 1º;

3. Estética - parece besteira, mas quando vejo um tênis penso em como ele ficaria correndo em uma pista. Muitas cores não me agradam, em geral o preto me atrai mais, embora alguma outra cor, como o vermelho por exemplo, seja aceitável;

4. Durabilidade - o AX1 foi revesado com outro tênis Reebok que eu tinha. Duraram cerca de três anos. O Kanadia aguentou a temporada 2014/2015 praticamente sozinho, abriu o bico nos últimos dois meses. Espero que o AX2 tenha uma vida parecida com o 1. Mais pra frente compro outro tênis para provas e deixo ele para treinos, no lugar do Kanadia.

Abaixo, Café com Agility:



Tags: , , ,

Agility | Virado em perna

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"