Degrau por degrau, de grau em grau

escrito por Fabi Estiga nesta data  13. outubro 2016 12:21

Quanto mais provas oficiais melhor. Sim, quanto mais você entra em pista, mais o processo passa a ser normal. No esporte o metal muitas vezes é mais importante que qualquer físico ou treino.

Pensando nisso e olhando a tabela de inscritos, faço um paralelo entre a minha estreia e a estreia, por exemplo, do Douglas, que treina com a gente aqui no RS. Ele chegou na abertura do Brasileiro muito melhor treinado e com muito menos treino do que eu.

Isso se chama Know how.

Conversando com a Luiza, de Brasília, que levará três alunos para o Dog World, ela comentou que os alunos dela chegarão mais preparados do que ela nas pistas nacionais e que estão mega pilhados para competir.

Interessante a combinação de raças. SRD, Schnauzer, Border Collie e Setter Inglês. O último (foto acima), é o único exemplar da raça competindo. Não sei se antes de 2005 houveram outros, mas na história recente de carteiras de trabalho, 10 anos, não.

Cada entrada em pista, quando comecei, era um pequeno degrau que eu subia, ainda é assim. Porque continuam os campeonatos, mudam os cães. Muda o grau. Com certeza esse final de semana representará para essa galera que viaja mais degraus.



Tags: , ,

Agility

Pontos de vista - combinado

escrito por Fabi Estiga nesta data  7. junho 2016 14:16

Eu queria fazer esse ranking por pontos pra ver o resultado. E me provar o que pensava, que os campeões seriam os mesmos, eu peguei qualquer pontuação. No caso o da Fórmula 1. 25/18/15/12/10/8/6/4/2/1 são os pontos dos 10 primeiros. E no combinado bem menos pontos. 15/12/10/8/7/5/4/3/2/1 foi a minha opção, porém nem pensei muito.

Em rankings combinados anteriores o combinado gerava mais pontos que uma pista, isso eu achava errado. Tipo 30/30/40 - pista1/pista2/combinado. Então sempre pensei que dando um número considerável de pontos nas pernas elevaria a importância e deixaria o combinado mais como complemento. Embora seja importante. Não levei em conta também a qualificação. Não diferenciei Excelente Zerado de Bom. Só não foram premiadas duplas sem qualificação e duplas eliminadas em uma das pistas no combinado.

O que eu queria mostrar é que com muito pouco critério os vencedores dos rankings seriam os mesmos e que o regulamento da VII Copa CBA e outras competições é bom pra qualificar as duplas pro Mundial, para agrupar, gerar receita, movimentar site e tudo isso que diz respeito ao agility do nosso dia após dia, não. No final das contas a melhor dupla é campeã, se não é campeã é porque não é a melhor.

Abaixo, clique para ampliar, o ranking standard.



Tags:

Agility

Seria igual o resultado da Copa CBA com um ranking normal

escrito por Fabi Estiga nesta data  6. junho 2016 21:30

Leia "normal" como sendo um tradicional ranking de pontos combinados. Pista 1 + Pista 2 + posição no Combinado das duas. Se fosse dessa forma, qual seria o estrago junto ao selecionado brasileiro no Mundial 2016?

Um ranking mais abrangente gera mais condutores nas provas, gera mais visitação no site, gera mais receita para sustentar o esporte. A VII Copa CBA e seus pontos visando classificação para o Mundial distribuiu pontos para 40 duplas. Meu ranking, digo meu porque computei os pontos, teve 75% a mais de duplas pontuando. E os vencedores foram os mesmos!

Eu me dei ao trabalho, perdi umas duas horas, e entrei dentro da VII Copa CBA e posso dizer que: o resultado é igual, salvo alguns problemas do mini e midi devido ao número pequeno de duplas competindo. Algo que na verdade afeta o ranking de uma forma geral, independente do formato. Me parece que esse ranking baseado no tempo da melhor dupla seria mais eficaz se mais duos estivessem na disputa.

Diria que seis, talvez sete, tem reais condições de ganhar a vaga nesse tipo de disputa. Com o passar das etapas menos ainda, já que alguns já estavam classificados. No último final de semana, três disputavam.

Afinal ser rápido não é girar uma chave, engatar uma marcha e apertar um pedal. As duplas que levaram as vagas, simplesmente levaram, porque são rápidas, elas não estavam rápidas. O ranking obriga todos ao limite, porém o limite de alguns é muito inferior ao limite de outros. Sendo assim o ranking já começa com as vagas bem encaminhadas. Pra tornar imprevisível? Pois é, quantos cães? Uns 10 u 15 cães capazes de girar com 3 a 5 segundos de diferença seriam necessários?

Alguns vão dizer que não importa quantidade, o que importa é qualidade. Discordo totalmente. Quanto mais gente praticando mais saudável será o esporte.

Até entendo que seja preciso filtrar mais os competidores, que no mundial estarão representando o Brasil. E um regulamento que quase blinda a seleção contra cães lentos, ou duplas lentas, fez com que tenhamos esse ano, talvez, o selecionado mais rápido já visto, porém não entendo porque excluir a maioria das duplas, por uma minoria.

Velocidade, pura e simples, me parece que não é uma opção. "Dormi bem, to de boas, dia de sol, bom... hoje vou na velocidade".

Por esse motivo, e vejo que ano que vem será diferente, podemos ter um ranking para selecionar quem vai pro mundial e um ranking para os que apenas querem estar em pista.

Num passado bem recente foram excluídos rankings de iniciantes e G1 das competições nacionais. Ao mesmo tempo que o G3 passou a ter um nível insano. Com o número de duplas caindo acho que chegou a hora de olharmos para todos e ver que existem pessoas e cães, mas precisamos agrega-los e trazer para dentro do esporte, novamente.

E o ranking, depois vou publicar com maiores explicações.



Tags:

Agility

pOsTmIx: ranking, seleção, patrocínio...

escrito por Fabi Estiga nesta data  2. junho 2016 17:06

Final de temporada cheio heim? Muitas informações ai e é preciso fazer um POSTMIX! para colocar tudo em dia. Vamos lá:

Luiza e Pitanga, foto acima.

- CBA vai dar comissão para quem conseguir patrocínio para as provas. A necessidade de fazer o agility crescer X a necessidade de dinheiro nos leva a esse ponto. 20% será o percentual ofertado para quem começar um negócio;

- Rankings da Copa CBA finalizados, TheoEstiga é vice do Grau 1 Standard. Imagina? Coisas do destino, porque um EZ no primeiro dia e já era qualquer outro resultado, foi na medida;

- ainda sobre o ranking 1 - no grau 3 standard três duplas de fora de São Paulo nas três primeiras colocações. Sinal dos tempos? Sorte? As duas coisas? Boas perguntas;

- ainda sobre o ranking 2 - galera de Pernambuco chegou chegando. Principalmente Moab com Jaca. Que de ZERO foi para 1º no grau 2 Standard, campeão, além de ter ainda ficado em 11º no OPEN 2 e 3, entre 24 que marcaram pontos. Foi a quinta dupla que mais marcou pontos no final de semana, ficando atrás apenas dos classificados para o mundial 2016 e Paulo com Vicky;

Abaixo: Artur Pires, Daniela com Luke, Moab com Jaca e Dr. Sérgio de Castro.

- não seria sonhar muito alto pensar que logo teremos uma dupla do Nordeste integrando a seleção brasileira de agility;

- Sônia e Mey desistiram do Mundial 2016. E no lugar da dupla foi anunciado em um comunicado Samir com Bandit. Dessa forma muda um pouco aquele levantamento sobre as escolas. Assim Clube de Cãompo Samir Agility passará a ter 3 duplas, bem como Ducão Agility e Universicão;

- ainda sobre o ranking 3 - nada contra ninguém, pelo contrário, Samir pra mim é o melhor do Brasil hoje. "Pausa par aminha opinião: esse regulamento e o ranking não me agradam mesmo". Já falei antes isso. Então sendo tão criterioso com os pontos, após a desistência de uma dupla, o critério passa a ser subjetivo, escolha da Comissão Técnica. É contraditório, mas é o regulamento;

- ranking pra ficar legal - eu faria para o próximo Brasileiro e Copa CBA dois rankings. Pra ver o que seria diferente no resultado final. Até me coloco a disposição de fazer o ranking com pontos por pernas e combinado. Um deles seria para classificar para o Mundial, sempre os mais rápidos, e outro para apenas premiar o ranking, pronto e ponto final.

Abaixo, Ana com um Papillon. kkk. Nouba!



Tags: ,

Agility

Meus bons Amigos onde estão?

escrito por Fabi Estiga nesta data  1. junho 2016 21:53

Notícias de todos quero saber...

É óbvio que vou nas provas porque gosto de fazer agility. Não ficaria o dia todo plantado ao lado de uma pista apenas para conversar com os amigos. Ou iria? Porém acaba que eles são a real razão de estar em uma prova.

Esse final de semana um dos nossos companheiros de barraca classificou para o Mundial. Miguel conseguiu com o Skol. E outra antiga parceira de viagens, a Fernanda, também levou a vaga com a Fendi. Um no Midi e outro no Standard.

A vida do agility acaba levando as pessoas para outros lados, no entanto as pessoas continuam sendo o que elas sempre foram, não importa a barraca em que você está.

A nossa, e ela foi composta por duas nesse findi, tem condutores de vários estados. Paulistas, Cariocas e Gauchos. Fora a galera que ia pedir um café pra Edilene. Digo nossa porque me sinto em casa junto com essa galera. Uma barraca é da Autletas (escola dos Ferigattos) e outra da Vanessa e do Rafa.

Mais que agility, parecia um festival de guloseimas. Café, chocolate quente, bolo, bala de goma, bergamota, cerveja... cara a gente passa mais tempo comendo que qualquer outra coisa. Alias, mentira, tem algo que a gente faz mais. Falar besteiras.

Enfim, ficar tanto tempo sem uma prova nacional me fez valorizar mais essa de Atibaia e os amigos.

Pena não ter visto os brothers Tiago Truta e Samy Samuca. Oportunidades não faltarão. Quando é a próxima?



Tags:

Agility

Théo com Três medalhas no final de semana

escrito por Fabi Estiga nesta data  31. maio 2016 13:11

Meus filhos foram bem nesse final de semana. Desde o Paranaense foram vários treinos que realmente melhoraram a condução do Théo. É um cão treinado e grau 3. Sim é verdade, sempre será. ele do outro lado é um condutor iniciante. Na média, quase um grau 2.

Quatro pistas, 4º, 1º, 2º e 1º. Quatro Excelentes. Faltando apenas um EZ para subir para o grau 2, foram quatro provas no G1 com apenas uma falta. Como falei quase um grau 2. Três pódios!!! Alguém acha que ele lembrou se tinha que passar pro Grau 2? Nem...

Falando sério. Eu achei que ele passaria no sábado para o G2. Ai nem fiz a minha inscrição para o domingo. Deixa eles lá. Olhando agora, para a Copa CBA, sinceramente, eles não teriam condições nas pistas que foram apresentadas no domingo. É muito cuidar, chamar, estar na frente, correr, lembrar disso e daquilo.

Deixa eles serem felizes, mais um pouco. "São crianças como como você", como diria Renato Russo.



Tags: , ,

Agility | Videos

#ontheroad - #dUsTiXa - zona rural

escrito por Fabi Estiga nesta data  31. maio 2016 11:41

Foi uma viagem de altos e baixos, subindo e descendo morros pela zona rural de Atibaia. Ficamos na casa dos Minet, com o Eugênio e a Zenaide. Pra quem não conhece, eles são os pais do Felipe Minet. kkk. Obrigado por tudo, o melhor foram as conversas, como sempre. E o churrasco.

Entre brigas e rompimentos com o GPS, nos perdemos algumas vezes pela estrada, uma delas a noite em uma rua que só passava um carro, basicamente só havia o trilho para as rodas. Manobrar sem 4x4 nessas condições é perigoso. Eu odeio passar em estradas de chão, mas adoro o resultado do carro sujo, porque gosto de lavar o carro.

Lembranças da estrada, cicatriz de guerra.

E o Eugenio está afastado do Agility. Na sexta quando chegamos lá enquanto ele começa a cortar a carne pra colocar na churrasqueira, a Zenaide colocava os pratos na mesa gigante de madeira, falei pro Théo "o Eugenio é campeão mundial de agility". Ele fez uma cara de tipo "como assim?". Não sei bem o que ele pensou na hora, mas o fato é que pro Théo é algo anormal, embora ele esteja todos os dias com pessoas que já estiveram em pódios, incluindo o Aurélio, que ô treina constantemente.

Campeões são Cristiano Ronaldo, Messi, Gotze pra ele. E o churrasqueiro daquela sexta-feira também. Coisas que apenas o agility nos permite. No domingo pela manhã os dois ficaram trocando uns passes com a bola de futebol americano.

Segunda-feira acordei as 3h30 minutos, antes do relógio e comecei a carregar o carro, montando o quebra-cabeças que é colocar quatro caixas, mais bagagem e presentes pra dentro. Entre uma coisa e outra pensava. Como é bom fazer novas amizades, conhecer gente diferente. Como é bom andar de carro, como é bom ter cachorro, como é bom esse agility.



Tags: , , , , ,

On the Road

VIICCBA - 86 e 81 inscritos

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. maio 2016 11:21

Se fossem Seletivas seria a que teve maior sucesso na história. Não pelas duplas que poderão se classificar para o Mundial 2016. Essa continuam na faixa das 50. Duplas iniciantes e grau 1 é que nunca estiveram muito chegadas ao formato Seletivas. Abaixo Candy nas Seletivas de 2010. Foto by Artur Pires.

Agora, falamos de Copa CBA e o formato é diferente. O melhor do final de semana em quatro pistas leva a vaga, sem aquele esquema de pistas que classificam, que no final das contas deixava um número muito pequeno de duos na disputa.

É um formato, das seletivas, muito interessante. Só que nosso agility é pequeno.

Seis duplas do Nordeste

E teremos cinco candidatos aos títulos da etapa, lá de Pernambuco. Que demais isso. Minha torcida já é deles! São seis duplas, quatro condutores. No total os estrangeiros somam 30% dos inscritos. Temos ainda Paranaenses, Gauchos e Cariocas. Falta gente, como sempre uma pena.

UPDATE: temos duas duplas de Minas Gerais também. Joana com Herman e Joana com Olívia.



Tags: ,

Agility

Até o próximo domingo - semana fora de casa

escrito por Fabi Estiga nesta data  22. maio 2016 18:25

Essa semana: saio amanhã e volto praticamente na outra segunda-feira. Vou dar uma volta pelo interior, trabalho, e depois engatamos uma terceira rumo a Sampa para disputar as finais da Copa CBA, lá em Atibaia.

Pra lembrar da última vez em que estivemos em SP para disputar uma prova nacional precisei agora buscar nos meus arquivos. Foi antes do A&C2015, em Valinhos, Brasileirão. Coca era iniciante e Aurélio não tinha barba! Foto abaixo da Glee, lá em Valinhos, no Clube de Tênis.

Quase um ano e maio depois, voltaremos.

Bem diferente da ocasião. Coca já é grau 2, Théo com Bola falta apenas um EZ pra mudar de grau... só eu continuo empacado com a Glee no Grau 2, mas também melhoramos. Nesse meio tempo tivemos um Pré A&C no DW, uma etapa dupla do Carioca e outras duas do Paranazão, e foi isso. Bons resultados em todas as competições, mas voltamos agora, pra quem sabe (???) engrenar novamente.

Tudo vai depender, como sempre, do calendário.

O findi foi de frio e chuva, bom para ficar em casa e curtir os dogs. Foi o que fizemos.



Tags:

Até o próximo domingo

Carioca e Copa CBA

escrito por Fabi Estiga nesta data  19. maio 2016 15:14

Confesso que fiquei com um pé atrás quando vi a data do Carioca marcada uma semana antes das Finais da Copa CBA em Atibaia. Escolheriam, acredito que escolheram, entre uma ou outra prova.

Serão 27 duplas em pista, número parecido com o número de inscritos da abertura da competição, agora mais participação das escolas. Poderia ser ainda melhor? Sim poderia, mas vamos por partes.

A Copa CBA, da semana próxima semana, dias 28 e 29 de maio, ocorrerá em Atibaia e as inscrições já podem ser feitas. Uma penca de árbitros para julgar as provas, entre eles o Aurélio que está no Rio para julgar a 6ª etapa do Carioca.

Além do Schubert, também teremos: Artur Pires, Samir Abu Laila, Henrique Garcia, Dan Wroblewski e Miguel Ferigatto. Seis no total. Como temos pistas diferenciadas pelos tamanhos no Open, alguns árbitros conseguem julgar apenas uma pista. Mini/Midi um percurso, Standard outro.

O que esperar para Copa CBA?

Normalmente essas provas, como já comentei em outros posts, que eram as Seletivas, tem o número de inscritos abaixo da média de uma prova nacional. Tudo meio definido, todos acabam esperando já pela próxima temporada, que não é tão próxima assim, não sabemos quando teremos outras etapas nacionais novemente.



Tags: ,

Agility

Seletivas e Copa CBA

escrito por Fabi Estiga nesta data  9. maio 2016 20:34

Em menos de 20 dias estarão sendo disputadas as últimas provas nacionais desta temporada, em Atibaia.

A Copa CBA está em sua sétima edição e teve algumas variações de formato durante este tempo. Começou lá em 2006 como o nacional do primeiro semestre, com seis etapas. Depois sofreu uma modificação e passou a ter 10 etapas rivalizando em termos de importância com o Brasileiro.

Abaixo Eduardo e Phoebe, na primeira edição das Seletivas em 2010. Foto by Artur Pires.

Porém sempre houve um ponto em comum, as provas Open 2 e 3. Independente do número de provas por certame e número de classificados pro mundial, elas sempre tiveram esse formato misto.

Dividindo o gosto dos competidores a Copa CBA, entre os que acham bom competir em pistas que classificarão duplas para o mundial e os que acham ruim, na média, o número menor de duplas inscritas sempre foi constante. Na pratica os campeões dos rankings são tão campeões nacionais quanto aqueles que vencem no Brasileirão, no entanto não é bem isso que condutores pensam na hora de escolher competir ou não.

Esse ano as provas em Atibaia entram no lugar das Seletivas e a Copa CBA passa a ter uma importância três vezes maior que o Brasileiro, no que diz respeito a seleção de agility. No total nove dos doze duos classificados sairão da "CBA Cup". Com outro nome talvez as Seletivas tenham uma notoriedade maior, e quem sabe um número de inscritos mais compatível com sua importãncia.



Tags: , ,

Agility

Até o próximo domingo - dia das mães

escrito por Fabi Estiga nesta data  8. maio 2016 22:17

Hoje foi o meu dia! O meu dia de fazer o almoço, porque era dia das mães.

Já me preparava desde quinta-feira para isso, quando decidi que iria fazer. Meu pai sugeriu um churrasco e falei: "deixa que eu vou assar". Báhhh. Ficou bom.

Aproveitei pra dar uma ligada no Fusca e regular a baixa, tava morrendo muito fácil. Difícil é aceitar que vou ter que trocar o óleo não por quilometragem e sim por tempo. Dava pra rodar 5 mil km, mas quando troquei falei pro cara do posto, onde sempre faço as mudanças, "se rodar 500, vai ser muito". Carro de garagem.

Pelo que estamos vendo, acredito, estaremos nas provas da Copa CBA, as finais em Atibaia. Programado, mas muitas vezes as coisas acabam dando certo ou errado, só nos resta esperar.

Essas provas originalmente no início do campeonato eram as Seletivas, porém tão solitárias eram pouco atrativas, acabavam com número pequeno de inscritos. Algo que penso que não será diferente agora, como Copa CBA valendo as últimas vagas para o Mundial 2016.

Quem classifica?

Uma boa semana para todos!



Tags: ,

Até o próximo domingo

Copa CBA na mira, mas será?

escrito por Fabi Estiga nesta data  4. maio 2016 08:22

Não vejo muita finalidade, porém gostaria de avaliar os dogs antes do fim desta e do início do próximo ano agilístico. Porém falando com a galera vejo que muita gente está meio desmotivada para o final de semana de Atibaia.

Meio que decidimos que estaremos nas finais da Copa CBA. Para talvez finalizar essa temporada 2015/2016, mas conversando com algumas pessoas vi que nem todos tem o mesmo pensamento.

As provas serão em Atibaia, junto com a Expo de beleza da CBKC. O final de semana prolongado, feriado de Corpus Christi, tornou mais complicado a reserva em pousadas, pois as mesmas estão sendo feitas apenas para o feriado todo e não apenas para pernoites de sexta para sábado e de sábado para domingo. Uma cotação para um quarto para três pessoas ficou nos 1200 reais.

Piora ainda mais porque hotéis no Brasil tem grandes restrições em relação a animais em quartos.



Tags:

Agility

Até o próximo domingo - chuva caia como luva

escrito por Fabi Estiga nesta data  24. abril 2016 23:13

Chove nessa terra, finalmente, para mudar de vez a estação. Do verão interminável para o outono das folhas que caem. Mas pra quem tem cachorro muito chuva nunca é um bom negócio. Menos ainda pra quem precisa treinar, de vez em quando.

Começando a programar uma possível viagem para Atibaia, finais da Copa CBA.

Final de semana que vem temos provas estaduais no Rio de Janeiro e em São Paulo. Etapas simples, 5ª no RJ e 9ª em SP. Falando em Rio estou bem colocado nos rankings do grau 3 com o Bola e com a Glee no G2. Aqui tem tudo, todas as categorias. Queria voltar lá pra tentar melhorar as posições. Vamos ver.

Notícia boa do final de semana, Anatel resolveu suspendar o lance das franquias de dados. Vamos ver até quando. Deu certo a pressão popular. A internet já não é grandes coisas, ia ficar muito pior.

Aqui em casa estamos de peixe novo. O Grohe, um Beta azul. Havia um vermelho tempos atrás que morreu, nome dele era Doritos. Esse é uma homenagem ao goleiro do Grêmio.

Uma boa semana para todos e até o próximo domingo.



Tags: , ,

Até o próximo domingo

Reis do Jumping

escrito por Fabi Estiga nesta data  22. abril 2016 23:08

Agility ou Jumping, qual a tua preferência? Eu curto as duas pistas. A melhor definição de Agility quem me deu foi o Dan. Disse ele que eu deveria dividir a pista entre as zonas de contato. A cada uma você zera a cabeça e parte pra outro percurso. Funcionava quando eu parava os dogs nos contatos.

O Jumping é nonstop. Um bom Jumping te garante boas chances de pódio, no entanto muitos ficam pelo caminho. Foto abaixo by Ferigatto.Wordpress.com, Tiago e Life.

Baseado nisso notei, alias não apenas eu, no ranking Open da Copa CBA uma tendência forte, no standard, para ótimos desempenhos de duplas em Jumpings. Os minis e midis entram em percursos diferenciados, Standards tem pistas apenas para eles.

A balança pende tanto para os percursos sem contatos que o número de pontos marcados por todas as duplas juntas é três vezes maior nos jumpings. Os quatro primeiros, na média, marcaram mais de 85% dos pontos nessas pistas. Na quinta colocação aparece a primeira dupla com equilíbrio entre os dois tipos.

Eu afirmaria com toda a certeza do mundo que é possível vencer o ranking da Copa CBA apenas marcando pontos nos Jumpings. Tanto que a dupla líder do Standard continuaria nessa posição se tivesse zero ao invés de 5 pontos nas pistas de agility. No entanto os poucos pontos marcados com os contatos tem feito a diferença no posicionamento. Não em quem classifica para o Mundial, ai é outra história. E todos entrarão nas etapas finais com chances, menos os três que já estão classificados e aparecem em destaque abaixo:

São muitos dados e o post já ficou muito longo, no entanto vale ainda falar um pouco mais. O caminho das pedras, baseado nessa tabela, pra quem quer classificar para o Mundial é simplesmente tentar fazer o máximo de pontos nos jumpings. Nas últimas duas etapas serão duas oportunidades. 10 pontos em disputa. E no Agility levar pro final.

Mais do que ser rápido esse ranking com esses pontos afeta o psicológico dos competidores. Rasgar o Jumping e fazer um feijão com arroz no agility com menos tempero, não sem sal. Nem é tanto pela velocidade, é mais pra ver como todos podem lidar com suas consciências.



Tags:

Agility

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"