#ontheroad - de Fusca até Portão

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. março 2017 23:11

Era pra encontrar uma galera de Canoas, em Canoas, de um Grupo chamado Independente Volks Clube. Mas o sono não permitiu. Corrida acabou as 4h30min. Dormi até as 10! Coisa boa. Tava precisando depois de uma semana na estrada.

Mas sobre o domingo de Fusca, o comboio seria para um encontro de Volkswagens até Portão. Não fomos. Fizemos o deslocamento solo. Pouco mais de 50 minutos e chegamos lá. A nossa inscrição foi a de número 353, a última do dia!!! Ganhamos camisa, caneca, adesivo e mais umas histórias pra contar.

Lew foi junto e a Vívian tirou essa foto nossa ao lado dessa Kombi incrível. Chegou uma hora que ela se atirou no chão cansada. Difícil ver isso acontecer com um Border, mas é provávelmente o estresse de ver tanta gente em um mesmo lugar.

Encontramos muitas pessoas, compramos uns bagulhos, fiz uns contatos de peças e rodamos com o carro. Foi nosso terceiro encontro de Fuscas e Derivados. Impressionante a quantidade de pessoas que amam esses carrinhos. Não sei bem se foram realmente 353 carros, creio que uns 150 estavam lá.

Na volta, uma passadinha no Graal de Gravataí, único do RS fica bem na nossa cidade, para um Café! Olhando para nosso Besouro que comportou-se extremamente bem nos 100km que rodou. Foi a volta mais longa que já fizemos com ele.

A próxima? Bom, o calendário de encontros de Volkswagens refrigerados a ar é bem complexo. Temos encontros todas as semanas aqui no RS, em cidades de todos os cantos, mas eles começaram a competir com as provas de agility. Vixi, aí deu ruim.



Tags: ,

Ah meu Fusca | carros e caixas | On the Road

Aircross Salomon

escrito por Fabi Estiga nesta data  16. março 2017 08:54

A Citroen faz carros muito interessantes, tivemos duas Xsara Picasso que foram ótimas. Uma pena que o carro que entrou em seu lugar tenha ficado num valor fora do normal, coisa de 120 a 150 mil reais.

O Aircross agora tem uma versão especial chamada Salomon. Sim a marca de calçados técnicos francesa, assim como a Citroen, tão usada no agility.

Montado na plataforma do C3 é uma Minivan pequena, o espaço interno é muito bom para a categoria, equipamentos também. O ponto fraco é o porta-malas. Que até leva 403 litros, mas que é muito profundo. Pra quem precisa levar caixas transporte é melhor que ele seja grande no comprimento, não na altura. COm o rebatimento dos bancos até dá pra ganhar algo.



Tags: , ,

Agility | carros e caixas

Traveller e Budd-e - 5978

escrito por Fabi Estiga nesta data  19. novembro 2016 09:33

No salão do automóvel de São Paulo Volkswagen e Peugeot mostraram dois carros que interessam bastante aos "cachorreiros". O primeiro Budd-e da Volks é um conceito. É mais uma frustrada tentativa da montadora em  reinventar a Kombi. Essa é elétrica, algo pra um futuro distante no Brasil.

O segundo, mais provável, também conceito de conectividade já existe. Em parceria com a Samsung a Peugeot criou o Traveller i/Lab. O fato da montadora trazer para o salão o veículo pode indicar que vá importar o mesmo ou até fabricar aqui. Seria um ótimo concorrente do Mercedes Vito.

Com oito lugares esse da foto é o menor dos três. Sem a terceira fila de bancos consegue levar 1600 litros de bagagem.

No entanto é um carro complicado para ter apenas para viagens com cães. É uma ótima opção para quem precisa levar com conforto pessoas, essa Van serve muito bem. Para famílias grandes também e para nós agilitístas é mais um sonho de consumo.



Tags: ,

carros e caixas

Distante sonho de consumo

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. maio 2016 09:26


Tags: ,

carros e caixas

É disso que eu tô falando - Fiat Tipo SW

escrito por Fabi Estiga nesta data  3. março 2016 13:41

Você lembra da família Tipo, da Fiat? Tipo, Tempra e Tempora SW. Com dificuldades em criar novos nomes, a italiana, resolveu trazer de volta a vida o Tipo. Mas é um senhor Tipo. E nessa onda também criou o que seria antigamente o Tempra SW (station wagon). Mas agora com o nome do hatch, Tipo SW. Os primeiros números dizem que o porta-malas será de 560 litros. Mais que o Golf Variant, por exemplo.

O carro já tem aparecido aqui no Brasil maquiado, então parece que a Fiat pretende lançar no Brasil, provavelmente importado. O que é muito ruim, visto que o modelo da volks custa mais de 100 mil reais, faixa em que o Tipo SW também deverá ficar.

Dica, pela metade do preço dá pra comprar uma Palio Weekend. Não tem tanto conforto e luxo, porém é honesta e cabe praticamente a mesma coisa de bagagem.



Tags: ,

carros e caixas

#dUsTiXa - eterno quebra cabeças

escrito por Fabi Estiga nesta data  2. fevereiro 2016 22:23

Tendo cães com diversas idades, variando de 13 anos até 13 meses, creio que passarei mais, no mínimo, o resto da vida lidando com caixas transporte e medindo compartimentos de bagagem de automóveis. Eu curto. Desde pequeno arrumo os porta-malas dos carros. Antigamente para viajar na cachorreira da Belina L 86 do meu pai. Bons tempos.

Agora, hoje, foi a vez de fazer os ajustes finais para minha trip que começa amanhã pra Sampa. Tive que fazer uns adaptadores para colocar as caixas mais elevadas. Não produzem mais carros fantásticos como a Kombi, logo tenho que fazer esse exercício mental para encaixar tudo.

"Não existe carro ruim, existe é inaptidão logística" F.Estigarribia. Esse é meu lema. Tudo cabe, tudo vai, mas tem que ficar calmo e pensar. Ter as ferramentas certas é um bom começo. No caso, carros e caixas. Na foto acima vemos duas marcas de caixas. A da esquerda uma Vari Kennel 300 litros, que na verdade é uma 320 ou 330 litros. E ao lado duas Compass, que seriam equivalentes a 150 e 200 litros.

Pro carro são melhores, porque tem frestas para troca de ar por todos os lados. A Vari, apenas na parte superior, porém creio que são mais seguras, justamente por esse motivo, elas aparentam mais solidez. Para aviões sem dúvidas são mais indicadas, embora ambas sejam aceitas em vôos.

Outra coisa que fiz, já pensando na boa conservação do carro, algo que não pensei em outras ocasiões, foi adesivar, como dá pra ver acima em marrom, a entrada do porta malas. É uma solução caseira, com tempo vou atrás de algo mais industrial. Aconselho isso para todos, adesivos para todas as partes onde as caixas eventualmente rasparão.

Também dá pra ver que o casamento de Vari e Compass é bom, no entanto preferiria ter todas as caixas da segunda marca, as bordas das Vari são maiores e as portas menores. Ainda que nessa imagem seja uma 200 e poucos e uma 300. Só em sonho, porque os preços das caixas estão proibitivos. Dólar valendo 4 reais dá nisso.



Tags:

carros e caixas

Ah uma Kombi - pro futuro

escrito por Fabi Estiga nesta data  5. outubro 2015 20:49

Dia desses eu surtei e achei que deveria/poderia ter uma Kombi, de verdade, tamanho 1:1. Não uma miniatura. O preço, pelo quanto transporta é bom, embora não tenha modelos zero km pra vender. Mas é uma opção.

Você encontra bons modelos por volta de 40 mil reais. Com quilometragem baixa. Por uns 5 mil reais, coloca um ar condicionado potente pra resfriar a cabine e troca o câmbio de 4 marchas por um de 5, pra aliviar o motor na estrada. Duas coisas que eu faria, com certeza. Trocaria os bancos, ao invés dos seis das duas primeiras fileiras deixaria apenas cinco. Dois na frente, motorista e copiloto, e dois atrás, com uma possibilidade de um terceiro que seria uma mesa.

Também colocaria uma TV com vídeo game. Já que é pra sonhar, não custa.

A Kombi está longe de ser segura, até por esse motivo foi aposentada, a Volks não conseguiu instalar o airbag nela. Os freios ABS sim. Taí mais um ítem pra equipar minha Kombi Custom. No entanto, sua capacidade de carga, 1000 quilos, é o dobro de um carro normal, como por exemplo uma Doblô. Em litros, sem os bandos traseiros, ACREDITE, 4800 litros!!!! É muita coisa. Por esse motivo sempre houveram compradores, você não via propaganda dela em lugar algum.

Só que, sempre tem um só que né? É um carro antigo, muito antigo. Projeto com mais de 50 anos. É pra contemplar a vida, não pra viver na correria como carros modernos. Exige uma mudança na forma como encarar as viagens de agility. Seria um carro para ter por muito tempo, um casamento, longo e duradouro, nem sempre feliz, mas como qualquer casamento com mais prós do que contras pra dar certo.

As últimas Kombis tem mecânica moderna, pelo menos no motor, um 1.4 refrigerado a água, do Fox. Logo não tem o barulho do ventilador, típico dos Volks aircooled. Mesmo assim não perde o charme, nem nega o tempo. Apesar do motor moderno, o acionamento do câmbio ainda é das antigas, com um varão que vai da frente do carro até a traseira.

Abaixo o layout da nossa Kombi. Seria apenas para viajar mesmo, com os cachorros. deixaria uma barraca, um gazebo, três cadeiras e caixa térmica sempre dentro dela. Hotel não aceita cachorro? "No problemo baby! Nóis have a Kombi".



Tags:

Ah uma Kombi | carros e caixas

Jac T8

escrito por Fabi Estiga nesta data  4. maio 2015 02:35

Dia desses eu estava em Porto Alegre de passagem por um revenda da Jac Motors vi uma T8 com um grande adesivo de 84 mil em sua imensa lateral. No site a Van está com preço sugerido de 89. Ano passado, quando vi pela primeira vez o modelo o valor chegava aos 120 mil.

Com sete lugares a T8 possui pouco mais de 5 metros, e um entre eixos de 3! Cerca de 50cm maior que um carro normal como um Gol, por exemplo. A capacidade de carga varia de 1500 litros, com todos os bancos, para incríveis 3500 se a última fileira for retirada, sobrando apenas 4 lugares. Apenas com os dois bancos da frente o T8 é capaz de levar 4800 litros de bagagem.

O conforto é grande, são muitos ítens de série, como ar condicionado dual zone e bancos traseiros reclináveis. A Van da Jac Motors é uma opção intermediária entre as grandes Vans como Ducato e Sprinter, furgões de carga adaptados para levar passageiros, e veículos normais como Spin, C3 Picasso e tantos outros. Comparando com a Doblô, que é um utilitário de carga adaptado para levar gente, o valor até não é tão salgado. Visto que o modelo Top da Fiat sai por mais de 70 mil reais e não tem metade dos ítens de série do T8.

Problema é vencer o preconceito que existe no Brasil contra os carros chineses. Entre os ítens de série temos: direção hidráulica; volante revestido em couro com regulagem de altura; computador de bordo; CD/MP3/DVD-Player com entrada USB e Bluetooth; teto solar; ar-condicionado de duas zonas (para motorista e passageiro e para os cinco ocupantes traseiros); sensor assistente de estacionamento com câmera de ré; rodas de 15 polegadas de liga de alumínio; freios com sistema ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica de força); airbag duplo; vidros e travas elétricas; alarme e chave canivete com destravamento remoto. Apenas bancos de couro e DVDs para os bancos de trás são opcionais.



Tags:

carros e caixas

Golf Variant 2

escrito por Fabi Estiga nesta data  11. março 2015 09:50

Final de janeiro publiquei esse post sobre a Wagon da Volkswagem feita partindo do Golf, um dos maiores sucessos mundiais da marca. Pois bem, no segundo semestre de 2015 ela chegará no Brasil. Antes a Volks vendia a Jetta Variant, que era bem parecida inclusive.

Os valores devem passar dos 70 mil reais. É muito dinheiro pra quem pensa em colocar a cachorrada dentro e viajar. Mas é uma grande opção pra quem quer um carro, não um utilitário, que tenha bom desempenho e seja confortável, com espaço para 3 caixas 300 e três pessoas. Casualmente hoje o Miguel publicou uma matéria sobre um Honda no blog dele.



Tags:

carros e caixas

É disso que eu tô falando - Golf Variant

escrito por Fabi Estiga nesta data  30. janeiro 2015 14:16

Motor 2.0 Diesel, com 180 cavalos, de 0/100 em 7,9 segundos e ainda faz 22km por litro!!!! Vemnimim!!!



Tags:

carros e caixas

XVIBR em valinhos 1 - sábado

escrito por Fabi Estiga nesta data  24. janeiro 2015 21:47

As provas foram boas em Valinhos, a previsão do tempo em parte estava errada em parte estava certa. Choveu no final da tarde e no início da noite. Porém foi bem mais que os 14mm indicados. Muito mais. Caiu o mundo, mas a prova já havia acabado. prova que começou por volta das 8 horas da manhã e terminou as 4 e pouco da tarde.

O fato de começar mais cedo não influencia na hora final da prova. Particularmente eu estou achando 8 da manhã muito cedo. Amanhã por exemplo teremos que tomar café assim que forem abertas as portas do mesmo no hotel e comer rapidamente, pra chegar no local da prova as 7:30 no máximo e descarregar tudo.

Legal o local da prova, a grama do campo estava bem seca, mas proporcionou um bom espetáculo. O calor foi bem grande. O Miguel colocou a barraca dele num local estratégico, debaixo de uma árvore. Lá estava bem melhor. Nem cheguei perto da lanchonete e banheiro. Correria de pistas grau 3 e 2 foi grande e não deu tempo.

Um fato, alias dois, foram motivo de grande zoeira quando a maioria das pessoas já tinha pegado a estrada. A entrada do local do estacionamento é bem ruim e dois carros ficaram trancados, um inclusive com o parachoque quebrado. Na chegada eu arrisquei e entrei na valeta mais rápido, já atrasado para a prova, enfim... como dizem no agility "o obstáculo está lá para todos". Graças ao Edu ninguém precisou chamar ajuda profissional.

Na foto by Renan Campos, um dos carros desclassificados na saída da prova.



Tags:

Agility | carros e caixas

É Natal

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. dezembro 2014 01:14

Se clicar amplia! Feliz Natal para todos e um feliz aniversário pra este blog!



Tags:

Ah meu Fusca | Cãotoon | carros e caixas

Ontheroad - mudança de prefixo - a última Picapálida

escrito por Fabi Estiga nesta data  28. agosto 2014 22:12

Nem sempre uso, mas todas as matérias ontheroad do blog deveriam ter um prefixo. Deveria ter continuado contando o número de idas e vindas para saber, quem sabe, aproximadamente quantos quilometros rodamos pelas estradas desse Brasil, sempre com uma renca de cachorros.

Carros são quase membros da família, uma pena não conseguir ficar com todos que passam pelas nossas mãos, pés, pernas, costas e bundas. A morte seria uma boa saída para eles, embora seja de extremo egoísmo. Quando estão ficando maduros, nós passamos eles para frente.

Por onde será que anda a Palio Weekend Adventure acima? Na foto estávamos parados na Serra do Cafezal, lá no início de 2010. As obras terminariam em 2012 apenas. Óbvio que ainda não está duplicada e num dia de azar você perde 3 horas parado ou andando beeeeem devagar.

O prefixo dos textos das viagens #ontheroad, com a Palio, era #Palianas.

Ai veio uma fase que começou sem nome, a das Picassos e que na volta da primeira trip ganhou um "Picadura" para designar, os dois ou três posts que fiz sobre isso. Um deles esse aqui, pra entender os porquês do nome. Foi o suficiente para continuarmos com as Picas, mas passamos de dura para pálida.

Foi as vésperas do Natal que fechamos o negócio. Com o dinheiro do seguro compramos esse ovo branco. Parecia uma ambulância e fazia um barulho grave "uuuuuuuh" quando passava dos 90km/h. Porque ela tinha um rack, projetado pela Citroen (incrível) para ficar fazendo barulho.

A primeira viagem que fizemos com ela foi de Porto Alegre para Imbé (praia do litoral do RS) levando o meu tio, que passou mal no avião com uma pedra no rim. Isso, creiam, no dia 31 de dezembro. O carro era apropriado. Lembro que coloquei um The Best of Elton John e ele dormiu. kkk. Não o carro, meu Tio. Foram meros 100Km de ida e o mesmo de volta. Simples.

Tivemos vários problemas com ela. Pálida deu piti elétrico, queimando fuzíveis continuamente, fazendo uma viagem durar 21 horas e chegar em SP rebocada, estourou o rolamento da embreagem quando saíamos para uma prova em Descalvado e da última vez (tudo isso em Sampa) abriu o bico ao ser abastecida com álcool. Não ela não era Flex.

Na foto acima, Schummy com a Pálida ao fundo, em  Palhoça - SC. Tenho muitas fotos dos carros e de tudo. Família de japonês só sabe como foi a viagem depois que baixar as fotos, mas meu pai era assim, ainda que não seja nipônico. Herdei isso dele, que hoje não bate tantas fotos. Revirando um álbum ou outro, encontrará fotos minhas em momentos incríveis, nem sempre memoráveis.

Enfim, junto com a fase Picapálida, começamos uma Ensandesidas. É um trocadalho do carilho, criado pela Vívian. Bom para viagens Pocket, rápidas e que precisam ser enconômicas, o mais legal de viajar de Sandero é o rádio com 1001 funções. Toca CD, Mp3, Celular, Tablet... se duvidar toca até disco.

Essas ainda continuam.

A fase Pálida é que terminou. Agora ela, nossa Xsara Picasso branca, cuidará de outra família. E como disse pro novo proprietário: "espero que vocês sejam tão felizes quanto nós fomos com ela".

Abaixo, num posto de gasolina, a caravana do Agility, voltando de um Campeonato Paranaense. Aurélio também curte uma Pica, teve uma preta e agora uma prata.

Daqui pra frente não sabemos, o tempo irá dizer, vamos ver o que o nos trará e o que as mentes brilhantes aqui de casa pensarão sobre o novo prefixo. Como no futuro tudo é possível, posso começar a sonhar. Quem sabe Mercêdicas?



Tags:

carros e caixas | On the Road

Picadinhas - vão gostar de um Picasso lá longe

escrito por Fabi Estiga nesta data  15. abril 2014 10:43

(4954) Sábado em Campinas. Porém ninguém da cidade. Era uma vez um São paulino, um Gaúcho e uma Italiana. Piada pronta. E tem mais gente que gosta de um Picasso e não fala.



Tags:

carros e caixas | Fotos | On the Road

Sou cego, não nego, enxergo quando puder

escrito por Fabi Estiga nesta data  6. fevereiro 2014 17:17

E a Picapálida vai pra estrada logo mais, voltando atrás nas resoluções de ontem e dando um phoda-se para os problemas. Seja o que os deuses da estrada quiserem. Estaremos em Sampa amanhã. Dia quente aqui, o mais mais de 2014. Sensação de 50 graus. Melhor passar a acordado dirigindo do que acordado tentando dormir.

Pelo menos no carro tem ar condicionado.

Sem reclamações porque a semana será curta para o tanto de coisas que temos pra fazer em Sampa. Talvez a gente faça nada, talvez faça um pouco. Não sei. Mandamos notícias da estrada se os deuses das conexões 3G permitirem.



Tags:

carros e caixas | On the Road

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"