pOsTmIx - o futuro do agility

escrito por Fabi Estiga nesta data  27. outubro 2011 03:11

Falamos desse tal de futuro como se a responsabilidade da atividade, no caso o agility, fosse somente dela. E o futuro do Agility? O futuro do Agility são as pessoas. Os que são e os que serão.

Até hoje cão nenhum saiu de casa pra treinar sozinho, ainda que aqui baste passar uma caixa pela porta para que todos se apresentem, com latidos, dizendo "ô leva eu". Não deve ser diferente em outras casas.

De forma geral o que vem daqui pra frente é responsabilidade nossa.

Pensava hoje quem serão os destaques ao final dessa temporada. Como não vi as quatro primeiras etapas do Brasileiro ando meio por fora. Ano passado várias pessoas legais entraram no esporte, mas na real mesmo leva muita vantagem quem começa cedo.

Durante o mundial citei o Samy e o Felipe. Segunda geração Wroblewski e Minet no agility. Final de semana, como contou o Miguel em seu blog, tivemos a estreia de uma terceira geração da família Pires. Ainda que Artur não meta seu bedelho nas conduções, suas filhas (Raquel e Marta) são condutoras e agora a neta, Mariana, também é oficialmente. Não há registros sobre o assunto, mas é possível que seja a mais nova condutora da história do Brasil.

O Thomas começou com 8 anos, tendo sido campeão aos 9. Quanto mais novos começamos uma atividade esportiva, mais parte de nós ela se torna. Os movimentos, a forma de pensar e a velocidade de aprendizado são avassaladoras se comperadas com alguém que como eu começou com 26 anos.

Muito cedo? Quem sabe? Hoje o Théo treinou novamente. Não chamo ele, deixo ele tomar a iniciativa. Com a Gorda de molho a Guíça parece que habilitou-se ao cargo de "cão guia". Agora, uma vez lá precisa demonstrar esforço. Com a meta, bem pequena hoje, em dia.

Essa geração que vem, começando aos 5, 6, 7, 8 anos pode sem dúvidas chegar mais rápido em um nível alto no agility. Samy e Falipe chegaram por volta dos 20, com 10 anos de esporte. Agora imaginem esses tocos? Com 15 anos terão uma estrada gigante percorrida, claro que lhes faltará maturidade, mas isso vem com o tempo.

Esse é o futuro do Agility.
Na foto (da direita para a esquerda) Artur Pires, Mariana (no centro) Robson Giglio e Tiago Truta Vieira. Também aparece o topo da cabeça do Samy na imagem, algo irrelevante pro post (kkk).



Tags:

Agility

Comentários

27/10/2011 12:31:11 #

Miguel

Pois é, eu me lamento por não ter começado antes. Espero que minhas pernas suportem por muito tempo ainda... kkk...
Foi muito legal ver a Mariana em prova oficial. Põe logo o Théo pra competir!
Caraca, logo seremos os vovôs do Agility...

Miguel Brasil |

27/10/2011 13:53:11 #

fabi

Vai demorar, vamos preparar a criatura pra já chegar chegando.

fabi Brasil |

27/10/2011 14:19:07 #

Daniel Nakamura

Pois é, a Mariana conduziu super bem e sozinha! Logo, logo, vai estar desbancando os adultos...rs.
E a pista, para ela, deve ser uma coisa gigante...imaginem proporcionalmente!

Daniel Nakamura Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"