Morte do Blue

escrito por Fabi Estiga nesta data  13. dezembro 2011 14:58


Foi o primeiro Border Collie do Dan Wroblewski. Quando numa dessas viagens de agility veio ao Sul, aqui pra Porto Alegre, o Alexandre Chanan do canil Preton ofereceu alguns filhotes para os paulistas. Nessa leva estava o jovem Blue. Nem imagino como deve ter sido quando filhote, porque já encontrei Blue no alto dos seus 9 anos, bem ativo ainda.

Corria atrás de uma bolinha, fazia agility e supervisionava os outros Borders. Tinha uma posição estratégica no cercado onde ficava o primeiro escalão Dedáblico de BCs: Dina, Redy, Dana, Amy, Chester e Blue. Ficava num canto na sombra. Ninguém outro ousava chegar perto daquele velho senhor. Por respeito, não porque Blue fosse chato.

É um cão histórico no Agility nacional, esteve no primeiro selecionado (1999) brasileiro em mundiais. Embora não tenha ido pra pista o nome dele estava lá e como condutor José Luiz.

Apenas mais uma lembrança e uma homenagem para o Blue.


Tags:

Lamentável

Comentários

13/12/2011 16:50:09 #

Seo Kuka

Quando é um companheiro tão chegado, não há palavras.

Seo Kuka Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"