Seletivas 2012 com árbitro internacional

escrito por Fabi Estiga nesta data  15. maio 2012 09:37

Fazia um tempinho já que não importávamos árbitros da Europa para "apitar" nossas partidas de Agility. Pras seletivas 2012 teremos Filipe Vilhena de Portugal. Comecem a catar percursos na internet!!!

Notícia no site da CBA:
http://www.agilitybr.com.br/detalnot_agt.asp?prod_id=1607

Ótimo esse intercâmbio que, posso estar enganado, não ocorria desde 2009 com a vinda de Saso Novak para o Américas e Caribe 2009. Mesmo que uma parte das duplas esteja sempre competindo no Américas e Caribe com árbitros internacionais, quando esses estão aqui em nossas terras todos podem ter acesso. No caso das seletivas apenas graus 2 e 3. Iniciantes e grau 1 podem olhar.



Tags:

Agility

Comentários

15/5/2012 14:40:00 #

Miguel

Embora saibamos que nossa arbitragem esteja nivelada internacionalmente e não haja a necessidade de um estrangeiro, acho válida essa troca de experiência.

Miguel Brasil |

15/5/2012 23:23:10 #

fabiano

Alguns estão Miguel, mas não a maioria.

fabiano Brasil |

16/5/2012 07:58:08 #

Miguel

Fabi, sem duvida, mas normalmente essa maioria não se interessa em se atualizar.

Miguel Brasil |

17/5/2012 14:59:20 #

Artur Pires

Amigos

Não sei em qual das categorias vossas me colocam, mas sou totalmente a favor da vinda de árbitros europeus julgarem as nossas provas.Estão no meio do grande laboratório do agility e portanto sempre atualizados.Segundo serve para analisarmos o nível da nossa arbitragem.Em relação ao Filipe Vilhena é um jovem juiz que desde que se formou , logo mostrou que viria a ser um grande juiz. Gosta de pistas rápidas e onde os pontos críticos são feitos em velocidade. Estilo Luis Narciso, que sempre foi o seu ídolo.Desejo-lhe as boas vindas e muita sorte na sua estadia e julgamentos aqui no Brasil.

Artur Pires Brasil |

17/5/2012 15:56:15 #

Miguel

As informações que busquei vão de encontro as que coloca, Artur. Vilhena trabalha com pistas rápidas, fluidas e pelo que consta, os condutores aprovam.
O que penso é que temos vários árbitros de qualidade e conhecimento internacional, mas que a troca de informações são sempre bem vindas, principalmente com os europeus.

Miguel Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"