Pra pensar durante o final de semana - coordenador

escrito por Fabi Estiga nesta data  25. agosto 2012 01:26

Desde que o Henrique Garcia assumiu como Coordenador da CBA, lá num não tão distante 2009 onde o Agility Brasileiro cheio de glórias dentro de pista com seus dois títulos mundiais, três medalhas em dois anos, não me pergunto "o que ele (o coordenador) fará pelo agility?" Pergunto "o que poderemos fazer?"

É mais abrangente.

Comecei no esporte muito influenciado negativamente, tendo em mente uma CBA má. Culpa de quem me mantinha informado. Naquele tempo, 2003, não havia internet com chats, faces, twitters e blogs. Tipo, não existia youtube. Ver uma dupla de agility no mundial você tinha que ter contatos. Você mandava um email e estava feliz se alguém te respondesse, três dias depois.

Acho que muitos pensam assim. Desligam a CBA das pessoas.

Depois essa cara ruim da CBA caiu, quando o Aurélio começou a trazer informações mais filtradas para o Rio Grande do Sul. Ai já estávamos em 2005 e desde então tive contato com quatro coordenadores. O primeiro, aquele que não podemos pronunciar o nome, depois Fernando Leibel, seguido pelo já citado Henrique Garcia e finalizando com o Guilherme Trevisani.

Agora temos o Alexander Schcolnik, oficializado hoje, sexta-feira 24 de agosto de 2012, como novo coordenador. Que está nessa estrada de agility há mais de 10 anos e tem muita bagagem como praticante.

Então, porque eu pergunto "o que posso fazer?".

Ninguém "governa" sozinho, ninguém é 100% responsável por algo. Se é não deveria. Estar disposto a ajudar é um bom primeiro passo para ver o agility crescer. Com críticas construtivas, não com demagogia para chamar a atenção. Com idéias globais, não com a solução minimalista para o seu problema.

Sò posso desejar boa sorte pro Alex, e me colocar a disposição para ajudar o agility a crescer.



Tags: ,

Agility

Comentários

25/8/2012 12:52:58 #

Fe Lesnau

hahaha ai, se eu te disser oq eu lembrei com o qual não podemos dizer o nome...

Fe Lesnau Brasil |

25/8/2012 14:32:04 #

Fabiano Estigarribia

hahaha, verdade. Piada clássica dos velhos tempos.

Fabiano Estigarribia Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"