O chefe da matilha

escrito por Fabi Estiga nesta data  18. fevereiro 2014 17:23

Duas horas depois de deixar São José dos Pinhais com chuva e temperatura de 15 graus, segundo o demonstrador do painel do carro, já não havia mais céu nublado, chuva e frio. Estávamos com a viagem bem encaminhada rumo a Gravataí, parando no Havan de Barra Velha para comer algo em umas das várias lanchonetes da loja.

O céu azul, sem chuva e os quase 30 graus eram um paraíso depois de dois dias enfadonhos que não baixaram a moral da tropa que estava em Pinhais para disputar as duas provas do Campeonato Paranaense do final de semana passado.

Em parte estávamos lá e fomos para a pista por pura falta de opção, não há o que fazer quando o que nos mantém vivos nos mata. E por outro lado por um Sr. chamado Marco Polo Rauth que meteu os peitos, se atirou de cara na organização da prova e com essas duas já foram três das quatro programadas.

No domingo, em uma das montagens de pista dos iniciantes ou grau 1, não lembro, me aproximei para agradecer a hospitalidade toda e dizer que "cuidou muito bem da matilha nesse final de semana". Ele me olhou daquela forma (quem já conversou com MP sabe do que falo) abaixando a cabeça para olhar por cima dos óculos, como se olhar nos olhos fosse uma conquista sem filtro, e disse "é o que eu posso fazer pelo esporte".

Falei obrigado novamente e deixei-o com o trabalho, ajudar a sua equipe.

O que mais eu poderia dizer depois disso? Nada, o que posso fazer é voltar pra casa e trabalhar mais pelo agility, porque se eu amo o que faço preciso fazer crescer. Ao Marco Polo e Neisa, que tão bem receberam todos com um sorriso no rosto e um abraço para dar, deixo meu total apoio. Precisando de ajuda estamos prontos!

Aqui tem um outro texto, sobre as provas, no site da CBA.



Tags: ,

Agility

Comentários

19/2/2014 06:56:53 #

Seo Kuka

Seria otimo existissem outros com essa dedicaçao ao agility.

Seo Kuka Brasil |

19/2/2014 12:40:18 #

Miguel

Fabi, você foi muito feliz nos comentários. Parabéns!
O Marco Polo é um apaixonado fácil de notar nas palavras e atitudes.

Miguel Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"