Além das tabelas - Copa Paulista - 6ª etapa

escrito por Fabi Estiga nesta data  17. fevereiro 2017 11:19

Praticamente esqueci de escrever sobre a Copa Paulista. O famoso além das tabelas. Quase um match do Dog World como bem definiu o Miguel (Fericatt). Tendo em vista o número de inscritos.

Foram apenas 44 duplas na lista de inscrição. Número que seria ainda menor caso nós não estivéssemos por lá. 39 duos do estado de São Paulo. Possivelmente o menor número em muitos anos. Como já explicamos aqui, as provas foram realizadas uma semana depois de etapas nacionais.

O número baixo contribuiu para uma prova tranquila, com pouca gente e rápida. Três da tarde estava tudo terminado.

Porém o calor castigou muito os cães a tarde. Também já comentei que o calor na pista era terrível. Alguns cães abandonaram pistas para procurar sombra, visivelmente contrariados com o calor vindo principalmente do piso. A grama sintética parece que frita.

No reconhecimento conseguia sentir o calor pelos pés fritando. Na última pista da Glee, entrei com a doga no colo, coloquei no fica rápidinho e fui. Aquela era a quarta do dia. Fiz o grau 2 e grau 3.

Abre Parênteses

Lá em 2007 parecia que era obrigatório o piso sintético. 90% das provas nacionais. CTA, BCR, Dog World 2 eram centros de treinamentos montados com esse piso. Havia ainda Pet Memorial e várias provas eram feitas em campos sintéticos sempre. Aquilo prejudicava muito cães "estrangeiros" que escorregavam muito, acostumados a correr em grama natural.

A gente até treinava, mas eu sentia que os dogs perdiam muito. Esse final de semana senti que a Glee escorregou bastante em alguns percursos, em lugares mais travados. Ao ponto de ficar esperando ela fazer as curvas. Algo que se eu fizer na grama natural perco o cachorro.

Definido já está que as últimas provas nacionais de 2016/2017 serão em gramados naturais.

Fecha Parênteses

Não faltou medalha nesse final de semana para iniciantes. A mudança na premiação é ótima. Todos que completam as pistas com Excelente Zerado, Excelente e ou Muito bom recebem respectivamente Ouro, Prata e Bronze. É uma galera que recebe a medalha, muitas vezes a primeira do dog na vida.

Sinceramente é melhor do que simplesmente dar pra quem compete. Não gosto disso. Sei que esportes fazem, mas não promove a melhora. Meritocracias à parte, tem que ter premiação.

Dois cachorros quentes e duas Cocas, foi o que consumi no bar. Tava bem bom.

Pra finalizar os percursos. Os Jumpings estavam legais, não diria que eram simples. Acho que não. Eram fluídos, com pontos de controle. Já o agility grau 2 e 3 achei bem travados. Porém foram montados por árbitros diferentes. É como eu sempre falo: a pista está lá para todos, alguns completam. Samy montou o jumping e Dan o agility.

Não é de hoje que acho que as pistas grau 2 são mais complicadas que o grau 3. Venho competindo em pistas extra com a Glee, em Opens e pode ser apenas impressão minha.



Tags: ,

Agility

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"