Ah uma Brasa |oo - vw - oo| um ano de BrasaBlue

escrito por Fabi Estiga nesta data  21. agosto 2017 23:29

Num primeiro momento eu achei que estava louco, subindo a serra pra buscar uma Brasília velha. Pra mim não era velha, era apenas uma Brasília, porém quem olha um carro assim acha simplesmente que ela é velha.

Eu tinha acabado de voltar de São Paulo, uma semana de trabalho, antes disso tinha ido até Itu para a abertura do Brasileiro. No total foram 10 dias fora. Cheguei no sábado em casa, segunda combinei com o antigo proprietário, olhei, andei e voltamos pra casa juntos. Ou quase isso. Ela veio junto com um Mini Cooper.

Isso foi dia 15 de agosto de 2016. De lá pra cá eu me apaixonei perdidamente por ela e pelos aircooleds. Já era apaixonado pelo Fusca branco 79 do meu avô, mas esse carro foi uma imersão profunda num mundo que sempre me fez falta. Eu um adorador de carros, que na infância devorava revistas quatro rodas e desenhava compulsivamente veículos, tinha achado um novo caminho.

Nesse ano muita coisa mudou. Nós dois e tudo em volta. Foram muitas coisas mesmo. O Agility mudou pra mim. Minha principal atividade nos últimos 10 anos passou a ser pouco provável para o futuro. Diria que até viável. Loucura por loucura, eu penso sempre no que me faz menos mal.

Me dá orgulho de ver ela assim. Toda bonitona, embora não esteja pronta. Falei isso ainda hoje que talvez nunca fique. Mas pensar nesse carro, em cada detalhe dela, apartar cada parafuso, que escolhi na loja, colocar a borracha que não tem no original, pintar aquele ponto do carro de outra cor pra dar um destaque ali e aqui... tudo isso me deixou mais calmo.

Creiam, hoje eu levo a vida melhor do que levava há um ano atrás. Tudo isso graças a Brasablue. Brigado!



Tags:

Ah uma Brasa

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"