E somos grau 2: Vívian com Coca

escrito por Virazel nesta data  22. maio 2016 18:19

E colocando os assuntos em dia,  bem atrasado mas naopor falta de importância,  eu e Coca  conquistamos nosso terceiro excelente zerado na prova do campeonato paranaense! Fizemos poucas pistas  no grau 1 . O primeiro veio no pré Américas e Caribe ( Dina's cup) , o segundo foi ganhando uma pista do Américas e Caribe em abril de 2015 e outro agora,  no paranaense.  Nós  não temos muita quilometragem e estamos agora nos acertando,  mas não poderia deixar de deixar registrado aqui!  


Tags:

Agility | Coca | Fabiano Estigarribia

Eternamente meu sobrenome Elvis

escrito por Virazel nesta data  22. maio 2016 17:55

O tempo passa e já se foram 3 semanas sem você. Na verdade nao consigo definir se isso é muito ou pouco. Se passou rápido ou se demorou.Talvez a ficha ainda não tenha caído.

É curioso como já foi falado várias vezes no nosso mundo de Agility como as pessoas adotam o nome do cão como sobrenome: Edu da Kuka, Dani Cosmo, Val da Shena, Lu do Enzo e Vívian do Elvis. Me peguei essa semana telefonando pra clínica veterinária que acompanhou o Elvis me identificando, "é a Vívian do Elvis ".

A minha vida rotina mudou muito com sua ausência, não vivo controlando horário, alarmes, farmácia, agenda, mas também tem horas que paro e penso que é inacreditável que você não esteja mais aqui. Sim, acredito que todo esse processo foi me preparando mas parece mentira que esse dia um dia chegaria. Com certeza você continua muito vivo em todos meus pensamentos porque nosso amor é eterno.


Tags:

Elvis

Ajudar o próximo conforta

escrito por Virazel nesta data  9. maio 2016 21:58

Com o acontecido, sobraram várias caixas de remédio do Elvis. Basicamente anti-convulsivos, uns baratos e outros caros. Agradeço sempre termos condições para executar tudo o que foi necesário para que ele pudesse ter uma vida mais longa, com qualidade e mais feliz.

Mas voltando aos remédios, falei com a Maíra, uma das veterinárias dele daqui (afinal foram tantas que cuidaram dele!) sobre a minha intenção de doar os remédios para algum outro cão que precisasse. 

Hoje, levando a Godura pro banho, recebi a informação que o rapaz que tinha acabado de sair tinha ido buscar alguns dos remédios do Elvis de doação. Fiquei realmente emocionada. Imagino o que sente alguém que doa os órgãos de um parente para dar vida a outra pessoa. Se pudesse, doaria os órgãos do Elvis pra que ele pudesse ajudar alguém. 

Que bom que ele pode de alguma forma ajudar quem precisa. O ato de doar não o trás de volta, mas conforta meu coração.


Tags:

Elvis

Coca - atenção exclusiva

escrito por Virazel nesta data  8. maio 2016 22:46

Impossível não ficar citando o Elvis toda hora,  me desculpem os que lêem o que escrevo.  Mas principalmente nos últimos 10 meses, minha vida foi em função de horários,  remédios e consultas. Então, estar concentrada,  entregue 100% em algo era um pouco mais difícil  (ok,  tirando um pouco a porcentagem sob o fato de eu ser desligada,  atrapalhada e algum outro "ada").

Sábado foi o primeiro treino com a Coca onde eu pude estar entregue a ela. A experiência foi muito legal, estou curtindo muito e ela está me ajudando muito. Errei muito,  pensei sobre meus erros,  pensei em condução sozinha,  Fabiano só me deu uns toques.  Resultado achei que foi bem positivo e ficou registrado no vídeo abaixo, feito pelo Aurelio e disponibilizado pelo Fabiano.


Tags:

Coca | treino

Pique pique de au au no céu - Elvis forelvis!

escrito por Virazel nesta data  6. maio 2016 09:48

Há 13 anos atrás, nascia aquele que veio pra reinar, pra ensinar e pra dar direção e sentido na minha vida. Elvis veio, trouxe tudo o que tenho de mais importante na minha vida - minha família. Sem ele não tinha Agility que não tinha Fabiano que não tinha Théo. 

Tinha uma meta e sempre dizia isso pro Elvis: "vamos lá, temos que vencer os 13 anos!" Mas quando foi sexta feira passada, diante do resultado do último exame de sangue e da constatação de que o grau elevado da anemia não ia permitir alguns dias a mais, tive uma outra conversa com o Rei, liberando-o e sabendo que ele tinha suportado muito mais do que era previsto.

Com certeza, hoje está tendo uma festança no céu, afinal é imensa a quantidade de convidados e conhecidos que ele tem por lá! Hoje dia de celebrar a vida vitoriosa do rei, tristes aqui, nós que ficamos, mas confortados em saber que cumprimos nossa missão. 

Aproveite sua festa aí meu anjo com seus amigos, corra muito atrás de bolinhas, faça muito agility com seus parceiros aí no céu! Feliz aniversário!!! Mamãe te ama pra sempre!


Tags:

Datas Comemorativas | Elvis

Elvis, a cada ciclo, morte e renascimento

escrito por Virazel nesta data  5. maio 2016 22:38

Com todo esse problema de saúde que enfrentamos com o Elvis nesses últimos 10 meses, aprendemos a morrer e renascer a cada nova situação.  E se for ver bem, não só os cães,  mas nós também não somos mais o que éramos,  portanto morremos e renascemos, embora mantemos a mesma essência. 

Quando Elvis era bebê funcionava de um jeito,  depois começou a treinar agility e passa a ser outro. E assim vai e assim foi.  Quando viemos pro RS,  com certeza ele teve que se refazer enquanto cão.  Muita mudança.  O que sempre era comum antes,  passa a não ser mais.  Até então,  com certeza muito dos que conviveram conosco vão lembrar o quanto ele era ruim pra comer.  E quando veio pra cá,  depois de um tempinho, aprendeu a comer! 

Nesse processo da doença,  desde a primeira convulsão até a última,  foram muitas mortes e muitos renascimentos.  Em vários deles, achei que era o fim. E não foi. 

Nesses últimos tempos,  Elvis voltou a ser como um filhote.  Querido,  dependente,  comilão ! Um ciclo que recomeça, como quando nasceu.  E assim como nasceu e foi mamar,  comeu muitos petiscos,  mamou no meu dedo e descansou. 


Tags:

Elvis

Elvis Cãopanheiro, Cãoparceiro

escrito por Virazel nesta data  2. maio 2016 22:28

Impossível depois do inevitável,  não parar e pensar em cada momento que passei ao lado do Elvis.

Então por que não deixar registrado?  Compartilhar informações,  sentimentos é uma maneira de não apagar a existência do meu Rei,  eternizar. 

Para quem não sabe,  comprei o Elvis pra começar a praticar agility.  Lógico que mesmo passando muito tempo na ativa dentro do Agility,  ele foi mais tempo meu companheiro.  O negócio é que, com o esporte,  cria-se uma relação de parceria.  Não existe em pista só Vívian ou só Elvis,  somos Vívian com Elvis. 

Não,  eu não sei dizer se todos que praticam,  tem essa relação de cumplicidade. 

Só ele para me entender em pista,  em cada esquecimento de percurso,  em cada comando esquisito.  Ele tinha e sabia todos meus vícios, erros e manias dentro e fora de pista. 

Perdi muito mais que um cão de estimação. Mesmo aposentado,  perdi meu parceiro. 

E a vida segue,  e se criam outras parcerias.  Uma , jamais substitui a outra.

E Coca começa sua história. 


Tags:

Elvis

Vívian Razel

Começou dentro do agility por volta de 1999 em São Paulo, primeiro apenas acompanhando as provas de agility, frequentando treinos e aulas de adestramento. Alguns anos mais tarde surgiu a possibilidade de comprar seu primeiro Border Collie, em 2003. Elvis, cão que... leia mais

 


Últimos Comentários

Comment RSS


Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"