A vida se renova : Tex

escrito por Virazel nesta data  17. junho 2017 23:52

Cada amor é único é uma frase importante.  Quando  se tem um filho ou um cachorro  ( ou qualquer ser pra se amar), amamos intensamente.  Quando resolvemos ter mais um,  o amor não se divide,  o amor não se multiplica nem soma. O amor é único.  Você passa a ter um outro amor,  único,  exclusivo. 

Me desculpem,  não consigo falar nada sem que o Elvis seja citado. Quando ele se foi,  me foquei muito, muito na Coca.  Todos os cães foram e são importantes para manter a saúde emocional,  mas a Coca,  como minha parceira,  tem um papel importante. Não, ela não substituiu o Elvis,  mas foi fundamental no processo. 

E assim é  com a Godura.  A dor é imensa,  profunda.  Aqui em casa,  os cães ajudam, mas como nesses últimos tempos ela estava na casa da minha sogra,  ela ficou sem sua companheira. E como é importante a ligação com esses anjos e que falta eles fazem. 

Com tudo isso, eis que surge rapidamente o Tex! E é incrível como eles tem o poder de nos salvar!  

Tex não é a Godura,  não ocupa o lugar dela. Tex criou o seu espaço,  fez que todos nós criássemos um novo espaço no coração. Godura sempre terá o dela e sempre será respeitado. Mas Tex veio com uma linda missão!  Bem vindo bebê! 


Tags:

Godu, Godu, Godurela: Godura na passarela

escrito por Virazel nesta data  14. junho 2017 13:27

Cruzes, esse blog está fugindo de sua essência. Só está falando de datas, aniversários, perdas. Está mais para um calendário do que um diário. Só o treino com o Nimoy é que salva. Muita coisa pra escrever, porém com falta total de organização para o mesmo. 

E só pra não ser diferente, venho aqui falar um pouquinho da partida prematura da nossa Godura. Parece que a ficha ainda não caiu, ou se caiu parece, assim como o Elvis, que ela está pro aí.

Uma perda, sem esperar, já que essa baixinha passou pelo menos nos últimos 8 anos, com idas e vindas. Algumas cirurgias severas, fizeram que a gente achasse que ela ia embora. Come, para , volta a comer. Assim se deu os últimos tempos. Quando tomava remédio , melhorava. Parava, piorava. Só que dessa última vez não foi assim, não quis mais e pronto. Foram 5 dias de agonia, esperando reação, mas ela estava cansada. Merecia descansar. Conseguiu esperar a vovó e o vovô chegarem para partir. 

Ela tem muitas histórias, sempre foi uma figura! Acredito que temos ainda muito pra falar dela. Ela foi a professora de agility do Théo e a mãe de todos os cães aqui de casa. Baixinha, invocada, ela é que mandava. E agora Godu?

A ordem natural da vida não está se cumprindo... 


Tags:

Godura

Vívian Razel

Começou dentro do agility por volta de 1999 em São Paulo, primeiro apenas acompanhando as provas de agility, frequentando treinos e aulas de adestramento. Alguns anos mais tarde surgiu a possibilidade de comprar seu primeiro Border Collie, em 2003. Elvis, cão que... leia mais

 


Últimos Comentários

Comment RSS


Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"