Elvisforelvis - 1 ano se passou

escrito por Virazel nesta data  30. abril 2017 22:45

Dessa vez não vou falar nada. Vou deixar minha homenagem ao meu grande parceiro!

Elvis, você vive em nós, sempre!


Tags:

Elvis | elvisforelvis

Elvisforelvis - 11 meses de que?

escrito por Virazel nesta data  30. março 2017 16:55

Já se passaram 11 meses, quase 1 ano desde que meu Rei partiu e eu continuo sem entender o que acontece. 

Sabe a história que dizem do Elvis, o cantor? "Elvis não morreu". Acho que isso tem alguma ligação kkk. Mesmo depois do fim, ele continuou sempre muito presente, como se não tivesse ido. Depois que a Lew chegou, ficou absurdamente mais presente. Ele se faz vivo através dela.

Procurando alguma foto para ilustrar o dia de hoje, revi algumas fotos dele dos últimos dias. Fiquei pensando que aquele que estava lá era um outro Elvis. Cada fase de sua doença ele morria e renascia outro. Assim como o dessa foto que foi tirada na semana em que no mudamos para cá, no RS. 

Elvis era um "guri de apartamento" como dizem aqui. E quando se deparou com uma casa com mato, quintal cheio de árvores e frutas, se perdeu kkk! Todos os cães, naquela época, Schummy, Bola, Guiça e Godura, tiram uma trilha para passar.  Elvis desconhecia e a cada volta, chegava todo sujo kkk! Nessa foto ele tinha 6 anos! Muitas histórias e muitas lembranças boas que fazem ter valido a pena cada segundo ao lado dele. E o incrível é que o amor só vai aumentando, cada dia que passa!!! El, mamãe te ama. E aproveitando esse post, queria mostrar o presente que a Adalgisa fez para mim, em resposta a todos os "El, mamãe te ama". Amiga assim, a gente não encontra todo dia! Eternamente grata Adalgisa!


Tags:

Elvis | elvisforelvis

A incrível abstração de treinar um Sheltie - parte 6: meu menino

escrito por Virazel nesta data  8. janeiro 2017 23:48

Ontem fomos treinar na Amigo Cão e pela primeira vez Nimoy fez um percursinho com 10 obstáculos! Com isso, está quase certo que vamos testá-lo nas próximas etapas do Brasileiro. É importante que ele seja exposto a novos desafios, espaços e situações para que fortaleça o grau de confiança que ele tem depositado em mim! Muito satisfeita em poder ser o porto seguro dele.

Já faz um tempo que não tenho 2 cães meus em pista. Fazendo uma rápida pesquisa, acho que tive duas últimas vezes importantes para mim: última vez foi Elvis no Veterano e Bola na estreia do grau 1, em junho de 2014 e teve estreia da Coca e Bola no grau 2 em dezembro de 2014. E agora, mais de 2 anos, vamos nos arriscar. 

Outro dado importante na minha história dentro do Agility é que essas duas vezes que falo são entradas com Border Collie. A minha última entrada com duas raças diferentes foi em outubro de 2013 com Tobby, Golden Retriever, no grau 2 e Elvis no Veterano.

Agora partiremos para um novo capítulo: Sheltie e Border.

Hoje dia 8, seria aniversário de vida do Rei do Rock, Elvis. Um cruzamento de informações, todos representados nessa foto ao lado! 

 


Tags:

Bola | Coca | Elvis | elvisforelvis | Tobby

Elvisforelvis - 8 meses

escrito por Virazel nesta data  30. dezembro 2016 23:55

Depois de 8 meses sem usar a caixa do Rei, essa semana foi hora de voltar a usá-la. Fabiano fez a vez que dar a geral nela. Depois do ocorrido, a caixa ficou encostada, sem ninguém mexer. Na limpa, Fabiano disse que ainda encontrou uns sinais do Elvis. Ainda bem que foi ele quem pegou pra limpar. 

Me lembro que no dia seguinte, quando fomos colocar a caixa num canto, encontrei um chumaço de pelo do Elvis e foi muito difícil. Acredito que hoje seria menos pior, mas... pra que pagar pra ver né?

Nossa bebê está crescendo, Lew já vai fazer 5 meses daqui 1 semana mais ou menos e está precisando de uma caixa maior. Então, foi hora de Elvis ceder sua caixa. Fico feliz que ela esteja usando. A vida se renova e objetos parados são energias paradas. Assim, mais uma energia se move!

E hoje completamos 8 meses sem sua presença física. E continuo surpresa como pode ser tão presente!!! 

Só tenho sempre que agradecer todos os momentos ao seu lado, todas as possibilidades de me despedir e agradecer a oportunidade da vinda da Lew que embora seja a parceira do Fabiano, é minha filhota de 4 patas!


Tags:

Elvis | Lew | on the box

Elvisforelvis - Saudade regada de compreensão

escrito por Virazel nesta data  4. dezembro 2016 23:56

Em meia a tanta tragédia como o acidente dos jogadores da Chapecoense, a perda do Douglas, nosso companheiro de treino, a partida de alguns conhecidos, me sinto muito grata por ter tido a oportunidade de ter meu Rei até sua velhice, de estar com ele bem pertinho na sua partida, de ter tido a chance de me despedir dele. 

O ponto aqui não é comparação de vidas ou da perda delas entre humanos e caninos. É sim a oportunidade de me sentir em paz, uns dias com mais tristeza, outros com mais saudades, outros feliz sentindo sua presença. 

Elvis sempre é lembrado aqui em casa, faz parte das lembranças presentes e não das lembranças ausentes! 

Essa foto foi uma das últimas "em terra de Agility Paulista", clicada pela minha querida amiga Helô, no Hotel da Serra. Dia 30 passado fizeram 7 meses. Parece pouco? Muito? Não sei dimensionar. Só sei que é uma sensação de paz imensa saber que estive todo tempo do seu lado!!!


Tags:

Elvis

13 anos - 6 meses - #elvisforelvis para sempre

escrito por Virazel nesta data  30. outubro 2016 22:22

Nem vou falar que esse blog está parecendo mais um calendário de datas! Muita coisa pra dizer, muita falta de organização pra me dedicar a escrever. Tem hora que isso me irrita. Nas datas, acabo me obrigando a sentar e escrever. Deveria ser assim para as outras coisas mais suaves também. Alguma hora vai. Tanta coisa pra escrever que nem vou ficar listando, senão os assuntos acabam sendo topicalizados e esquecidos.

Esse mês de Outubro faz exatamente 13 anos que eu entrei nessa loucura de treino de Agility, mais precisamente dia 8 de outubro. Elvis fez sua primeira aula no Canil Leão, do Eugênio. A gente treinava de noite, por isso as fotos não ficaram tão boas. E nem tinha essa de fotografar com o celular kkk, era máquina mesmo com filme pra revelar!

No início era só passar entre as asas do salto e no máximo um túnel reto.

Ele treinou direitinho também porque ele já tinha uma base que o Tamaio tinha dado. Além do mais, ele estava na antiga casa dele e onde os cheiros e pessoas eram conhecidas. Eu não entendia nada de treinos, conduções a não ser pelo que já tinha visto nas competições que eu tinha assistido. Não tinha essa "facilidade" de informações que a internet oferece hoje.

Olhando a foto, fico feliz porque começamos brincando, premiando. Tivemos uma trajetória longa dentro do Agility, momentos que tenho orgulho e outros que acho horrorosos. Se pudesse, lógico faria muita coisa diferente, porém na época era o que eu podia fazer. Com certeza, os momentos ruins me fizeram melhor hoje.

Na parede do Leão,na foto acima, tem uma pintura do pai do Elvis, Billy 1 fazendo slalon.

Conversando com o Fabiano esses dias, disse a ele que eu achava estranho fazer 6 meses que o Elvis tinha morrido. Estranho, quase inacreditável: a figura e a presença dele é tão constante que parece que ele vai entrar pela porta, ou que ele está quieto dormindo. Por onde se olha, ele está.

A única sensação que me passa na cabeça agora é que fico muito agradecida de ter tido a oportunidade de tê-lo como meu anjo! 


Tags:

Elvis

Elvis - Ausência presente - 4 meses se passaram

escrito por Virazel nesta data  30. agosto 2016 22:00

Ausente, mas tão presente, assim definiria esse tempo. Continuo ainda sem entender o que acontece. É uma saudade sem saudade, é um falar constante, é uma presença ausente, uma ausência tão presente! 

Reproduzindo um textinho que escrevi ao compartilhar uma foto do facebook, me parece que é o caminho para se compreender o incompreensível:

"Nessa data a gente já tinha começado a nossa luta! A gente só não imaginou o quanto ela iria durar e nem como as coisas iriam acabar! Tua força de viver me fortaleceu cada dia e teu cansaço me deu entendimento para encarar tua partida. #elvisforelvis

Com o auxílio da tecnologia, fiz um apanhado de imagens que temos todos os dias dele. Talvez, essas imagens e o comportamento dele através dos seus parceiros, Schummy, Coca e Nimoy, o torne tão vivo.

Hoje faz 4 meses que você se libertou do quase nada que sofreu. Isso acalma a minha alma. Pra você, meu anjo!


Tags:

Elvis | vídeo

Elvisforelvis - quanta história!

escrito por Virazel nesta data  14. julho 2016 21:26

Hoje fui arrumar umas coisas num armário e ... me deparo com tantas lembranças...

Nossa história foi e ainda é repleta de tanta coisa, algumas boas outras não tão boas, umas engraçadas! E acho que é isso que faz valer a pena ter vivido.

É praticamente infinito o número de papéis, receitas, resultados de exames, encaminhamentos que encontrei nesse armário. Meu lado acumulador me impediu de jogar fora alguns papéis. Exames ficaram, algumas receitas... sei lá, um dia elas irão pra reciclagem.

Achei também uma caixa com medalhas e quantas hein a gente ganhou no veteranos! kkk Sim, ganhamos algumas poucas no grau 3 também. Muitas, a maioria está na casa da minha mãe. E como foi recheado nossa trilha pelo Agility! Quantas emoções!

E em outra caixa... ah, nosso começo, tão pequenino, tão inocente! E a gente não imaginava tudo o que a gente ia viver! E vivemos, ah!, e como vivemos!


Tags:

Elvis | elvisforelvis

E lá se vão 2 meses sem Elvis!

escrito por Virazel nesta data  1. julho 2016 21:59

Na verdade não consigo definir meu sentimento. Algumas vezes fico muito triste porque não tenho o Elvis mais perto de mim. Por vezes, sinto saudade; outras uma sensação de paz. 

Durante os 10 últimos meses de vida do Elvis, houveram tantos, mais tantos momentos que achei que ia perder ele... e ele dava a volta por cima, as minhas queridas veterinárias acudiam e pronto. 

Aprendi com isso que devemos curtir cada momento como se fosse o último, porque sabia que algum dia seria. 

E nesses meses, após a primeira convulsão, aprendi também que houveram vários Elvis nesse tempo. O último não era o primeiro. Sempre era tempo de morrer e sempre era tempo de renascer. 

E talvez por essa sensação de renascimento, não sinto tanta tristeza. Eu o sinto todos os dias. Ele vive no meu pensamento cada momento. Ele vive na sua sucessora. Eu o sinto na Coca. Talvez orientando-a pra me fazer feliz, talvez fazendo ela comer. A Coca nunca foi muito amante de comida, o Elvis também não era. Ele só melhorou depois que viemos morar no Rio Grande do Sul. Hoje, depois da partida dele, ela come. Coincidência? Eles deitam no mesmo estranho lugar na cozinha...

E assim morremos e nascemos todo dia. E assim também pra não passar em branco, ontem fiquei mais velha, mais experiente talvez mas com certeza mais vivida. Morri ontem, nasci hoje.


Tags:

Coca | Elvis

Eternamente meu sobrenome Elvis

escrito por Virazel nesta data  22. maio 2016 17:55

O tempo passa e já se foram 3 semanas sem você. Na verdade nao consigo definir se isso é muito ou pouco. Se passou rápido ou se demorou.Talvez a ficha ainda não tenha caído.

É curioso como já foi falado várias vezes no nosso mundo de Agility como as pessoas adotam o nome do cão como sobrenome: Edu da Kuka, Dani Cosmo, Val da Shena, Lu do Enzo e Vívian do Elvis. Me peguei essa semana telefonando pra clínica veterinária que acompanhou o Elvis me identificando, "é a Vívian do Elvis ".

A minha vida rotina mudou muito com sua ausência, não vivo controlando horário, alarmes, farmácia, agenda, mas também tem horas que paro e penso que é inacreditável que você não esteja mais aqui. Sim, acredito que todo esse processo foi me preparando mas parece mentira que esse dia um dia chegaria. Com certeza você continua muito vivo em todos meus pensamentos porque nosso amor é eterno.


Tags:

Elvis

Vívian Razel

Começou dentro do agility por volta de 1999 em São Paulo, primeiro apenas acompanhando as provas de agility, frequentando treinos e aulas de adestramento. Alguns anos mais tarde surgiu a possibilidade de comprar seu primeiro Border Collie, em 2003. Elvis, cão que... leia mais

 


Últimos Comentários

Comment RSS


Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"