Elvisforelvis - 11 meses de que?

escrito por Virazel nesta data  30. março 2017 16:55

Já se passaram 11 meses, quase 1 ano desde que meu Rei partiu e eu continuo sem entender o que acontece. 

Sabe a história que dizem do Elvis, o cantor? "Elvis não morreu". Acho que isso tem alguma ligação kkk. Mesmo depois do fim, ele continuou sempre muito presente, como se não tivesse ido. Depois que a Lew chegou, ficou absurdamente mais presente. Ele se faz vivo através dela.

Procurando alguma foto para ilustrar o dia de hoje, revi algumas fotos dele dos últimos dias. Fiquei pensando que aquele que estava lá era um outro Elvis. Cada fase de sua doença ele morria e renascia outro. Assim como o dessa foto que foi tirada na semana em que no mudamos para cá, no RS. 

Elvis era um "guri de apartamento" como dizem aqui. E quando se deparou com uma casa com mato, quintal cheio de árvores e frutas, se perdeu kkk! Todos os cães, naquela época, Schummy, Bola, Guiça e Godura, tiram uma trilha para passar.  Elvis desconhecia e a cada volta, chegava todo sujo kkk! Nessa foto ele tinha 6 anos! Muitas histórias e muitas lembranças boas que fazem ter valido a pena cada segundo ao lado dele. E o incrível é que o amor só vai aumentando, cada dia que passa!!! El, mamãe te ama. E aproveitando esse post, queria mostrar o presente que a Adalgisa fez para mim, em resposta a todos os "El, mamãe te ama". Amiga assim, a gente não encontra todo dia! Eternamente grata Adalgisa!


Tags:

Elvis | elvisforelvis

Comentários

Comentar


(Vai mostrar seu Gravatar)

  Country flag

biuquote
  • Comentário
  • Pré-visualização
Loading



Vívian Razel

Começou dentro do agility por volta de 1999 em São Paulo, primeiro apenas acompanhando as provas de agility, frequentando treinos e aulas de adestramento. Alguns anos mais tarde surgiu a possibilidade de comprar seu primeiro Border Collie, em 2003. Elvis, cão que... leia mais

 


Últimos Comentários

Comment RSS


Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"